Dicas e cuidados na hora de pendurar os quadros

Quando pensamos em decorar um ambiente para que ele ganhe mais personalidade, uma das primeiras ideias que vem à nossa cabeça é comprar quadros. Algumas pessoas preferem pinturas tradicionais, enquanto outros irão procurar a inspiração em fotos e gravuras. Mas, não importa o tipo de arte escolhida, é sempre um desafio decidir o local em que ela será colocada, isso sem falar na moldura, que também gera dúvidas.

quadros

quadros8
Existem vários tipos de quadros e obras interessantes, de todos os estilos, do mais clássico ao mais moderno. Por isso, é necessário ter cuidado na hora de compor a tela com o ambiente e a moldura.

quadros7

quadros6

quadros4
Modelos grandes valorizam o ambiente, mas devem ser usados em locais amplos
Preencher a parede com quadros de diversos estilos é irreverente e forma um painel artístico no espaço.
O ideal é procurar criar um equilíbrio entre as obras, pelas cores, tamanho e estilo. Já para as molduras, a escolha é um pouco mais livre. Não tenho muito critério para as molduras, mas respeito uma estética de compromisso com a obra, de forma que a moldura fique em segundo plano, assim, a obra se destaca.
Em geral, pode-se seguir a regra: obras de cores quentes com molduras de cores quentes, e a mesma coisa com as cores frias. A moldura também deve seguir o estilo do quadro. Os mais clássicos pedem molduras mais trabalhadas, enquanto os modernos pedem molduras mais retas e simples.

quadros2
Outra dica que acho infalível é que o vidro anti-reflexo deve ser utilizado em figuras e imagens impressas em papel, para não comprometer a figura e nem transformar o quadro em um espelho. Também ajuda a proteger a obra. Vale lembrar que os quadros com relevos feitos com sobreposição de recortes, flores, trigo ou tapeçaria nem sempre exigem molduras.

Escolhida a obra e a moldura, o próximo passo é pendurá-la. Mas onde? Uma dica é escolher o local de acordo com o quadro, que pode acompanhar o estilo da decoração. Por exemplo, se a sua sala de jantar é clássica, uma boa pedida é um quadro de natureza morta. Na sala, telas de paisagem caem bem. Se você é um apreciador de fotografia, pendurar obras de fotógrafos famosos também vale.

quadros1
Vá colocando os quadros seguindo o bom senso. A quantidade de quadros a serem colocados juntos vai depender do tamanho da parede. Por isso, não se deve exagerar na quantidade e no tamanho dos quadros em lugares pequenos, ou você pode pecar por excesso de informação.
Uma dica é, antes de pendurar os quadros na parede, faça a composição imaginada no chão. Assim, pode-se ter uma ideia de como vai ficar, sem correr o risco de furar a parede desnecessariamente. Se quiser, também pode criar uma iluminação especial para privilegiar o quadro, com spots ou feixes luminosos.

quadros0

quadros5

Cuidado com a limpeza

Para limpar a moldura, é preciso tirar o pó com um pano ou utilizar um pincel se a moldura for muito trabalhada. As telas a óleo pedem limpeza cuidadosa, duas vezes ou mais ao ano, caso fiquem expostas à poeira. Produtos químicos, aspirador de pó, ventilador e secador de cabelos podem acabar estragando a pintura, então, a dica é não usá-los.
Para evitar que os quadros marquem a parede, pode-se colar um pedaço de cortiça atrás da moldura. Também é importante tomar cuidado com a quantidade de sol e umidade, que podem danificar a peça.

quadros9

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.