Afinal, o que é home office – e o que você precisa saber para trabalhar com conforto

O termo “home office” é um dos grandes tópicos quando o assunto é o trabalho do futuro, e em meio a esse cenário turbulento de mudanças econômicas e políticas, esse futuro parece ter chego sem aviso prévio. Nesse universo de adaptações a curtíssimo prazo, a melhor saída seria ajustarmos nossa rotina para atender a essa demanda iminente – já estamos trabalhando em casa e ajustes precisam ser feitos. A hora é agora!

Mas, afinal, o que é “home office”?

escrit

É importante esclarecer certos pontos – e até mitos – sobre o trabalho realizado remotamente. Vamos lá:

1. Home office não significa “trabalho em casa”
Apesar desta ser a tradução literal do termo, no Brasil ele define de forma genérica o trabalho que é realizado em espaço alternativo ao escritório de uma empresa. Este local pode ser – ou não – o escritório em casa. Uma pessoa pode exercer “home office” em cafés, hotéis, aeroportos, táxis, parques…ou em casa. O termo mais exato para definir esta modalidade de trabalho poderia ser trabalho remoto.

escrit0

2. Home office ainda não é para todos
Infelizmente nem todo o profissional pode trabalhar num sistema de home office. Quem é empreendedor e quer permanecer com uma empresa enxuta ou somente testar a viabilidade de uma ideia, pode abrir sua empresa em casa e começar a trabalhar. Já quem é colaborador de uma empresa depende de uma série de fatores para ser candidato a este formato de trabalho.

 

3. Home office não é um jeito fácil de ganhar muito trabalhando pouco
Quando alguém procura o termo “home office” nas ferramentas de busca na internet, aparecem muitas ofertas de “trabalhe sem sair de casa”. São promessas de renda extra onde o candidato tem a possibilidade de receber valores atrativos trabalhando somente algumas horas do dia. É comum que exista uma taxa de inscrição envolvida nos processos. Cuidado com fraudes!


Use bem o que se tem: o tempo!

.
Compartilho a seguir algumas considerações relevantes a serem observadas na montagem de uma estrutura de home office:

1. Identificando o local dentro de casa para acomodar a nova área de trabalho
Não há uma regra na definição do cômodo ideal, mas a área total disponível e sua funcionalidade devem ser levadas a sério. Evite comprometer ou sacrificar os ambientes funcionais da casa na criação da sua estação de trabalho: o quarto não seria o local mais indicado para casais, assim como a sala de TV não seria a escolha ideal numa casa com filhos.

escrit1

2. Adaptando o layout existente para atender essa nova demanda
Tente reaproveitar um móvel existente de forma definitiva. Evite usar sua mesa de jantar para trabalho, ou pior, sua cama! Um aparador, escrivaninha ou bancadas retráteis cumprem bem essa função sem grandes gastos.

escrit4

escrit5

3. Ergonomia: invista nas peças corretas
Avaliar cadeiras com possibilidades de ajuste, rodízio nos gaveteiros, acessórios para apoio e regulagem de monitores, laptops e iluminação adequada asseguram que sua saúde e condições físicas sejam preservadas.

escrit6

escrit9
Dicas funcionais para a sua área de trabalho em casa:

– Se o período em que permanecer sentado não for tão longo, obviamente modelos mais simples de cadeira poderão ser considerados. Procure não abrir mão das estofadas e com braço.

escrit7
– Assim como vimos nos escritórios corporativos, os acessórios sobre a mesa podem ajudar muito na organização dos papeis e acessórios!

escrit8
– A luz ideal para uma área de trabalho é a branca. Se o local do home office for compartilhado com outro ambiente de luz amarela no foco principal, adapte uma luminária de mesa para apoio.

escrit10

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.