Mês: fevereiro 2020

Se ter um bar em casa ou um home bar é o que levou você a ler este artigo, você deve gostar dessas dicas.

Saiba que não está sozinho, várias outras pessoas, inclusive eu, ter um bar em casa é um desejo grande, principalmente para reunir a família e amigos com boa bebida!

Então vamos aprender aqui neste artigo alguns passos para você ter o seu sonhado Home Bar. 

PRIMEIRO PASSO: ESCOLHER O ESPAÇO IDEAL

Diversos são os benefícios de se ter um bar em casa: agrega valor a sua casa,  recepciona melhor seus amigos e há mais possibilidades de comemorar qualquer data em qualquer dia!

E cá está a primeira dúvida: Qual o local da casa devo colocar o bar?

Talvez uma mudança nos móveis aqui já é o suficiente, ou ainda aproveitar o que você ja tem dando nova função a ele.

  • ✦ Escolha do espaço Ideal 
  • ✦ Definição do estilo que tem mais a ver com você
  • ✦ A escolha dos itens da decoração
  • ✦ A escolha do móvel

É um processo criativo, instrutivo e único, que pode ser simplificado. 

Estou empolgada para te ajudar nisso, porque pra quem já é nosso leitor sabe, que meu intuito é sempre abrir espaço para novas ideias.

Então prepare-se que lá vem o conteúdo!

Geralmente os bares em casa são vistos na sala.

Até mesmo se sua casa for pequena existem algumas maneiras que podem ser bem aproveitadas.

stile

BAR EM AMBIENTES INTEGRADOS

Uma maneira de destacar o bar em casa é usá-lo como divisão entre os ambientes, por exemplo, entre a sala e a sala de jantar.

Para facilitar e conseguir a atenção de todos os convidados de uma maneira natural, usamos a integração dos ambientes.

Dessa forma, unindo dois ambientes através do seu bar, irá aproximar os seus convidados. Ficando também mais fácil de servir todos.

stile6

SEU BAR ADAPTADO

Ser criativo, é a resposta!!! Optando por adaptar um móvel que já existe no seu ambiente. 

stile7

Para adaptar um bar na sua casa, uma ideia versátil e você vai lembrar de já ter visto aqui é um carrinho de bebidas!

stile2

E você pode usar qualquer outro móvel, como um aparador e até uma prateleira.

stile4

Deixa a criatividade comandar e olhe para os móveis da sua casa pensando em um bar.

SEGUNDO PASSO: DEFINIR O ESTILO

Encontrado o local apropriado, vamos agora escolher a melhor imagem para decorar o ambiente.

Parece ser o mais difícil a se definir, mas não se preocupe, você só precisa diferenciar-se, apresentando sua personalidade no ambiente.

stile9

stile1

TERCEIRO PASSO: MÃOS À OBRA

O melhor jeito para isso é separar uma lista com todos os itens essenciais para iniciar. Afinal, vamos inaugurar seu espaço para ganhar mais vida! 

E você pode começar comprando os seguintes itens:  

  • Dosador (jigger)  
  • Pinça para gelo  
  • Becker  
  • Growlers  
  • Colheres (estilo bailarina e medidora)  
  • Coador (strainer)
  • Guardanapos  
  • Coqueteleira  
  • balde de gelo  
  • Socadores (mudler)  
  • Frigobar e/ou cervejeira
  • Bandeja  
  • Apoio de copos  
  • Copos variados
  • E as garrafas lindas

 

stile8

E no final, um dos itens que mais favorecem a intensidade no local são os enfeites.stile5
 
Os objetos decorativos tem como função deixar com a sua carinha. 
stile10

1. Posição da cama

A cama é o maior e mais importante móvel do quarto e por isso deve ser a primeira peça a ser posicionada.

bedr

Se o quarto for retangular, a posição ideal para a cama é com a cabeceira encostada na parede mais longa e preferencialmente “olhando” para a porta mas não alinhada com ela.

bedr2

Isto porque nos sentimos mais seguros e tranquilos se temos visão total da entrada do quarto.

2. Posição dos armários 

Em um ambiente retangular devemos ancorar os móveis mais profundos nas paredes menores para preencher melhor o espaço.

bedr3

3. Parede da janela

Para equilibrar o peso visual do armário , pode colocar uma mesa na parede oposta a ele, ou embaixo da janela.

Assim criando um canto de trabalho ou estudo e aproveitando a entrada de luz natural.

bedr4

4. TV no quarto
Uma vez posicionada a cama, fica fácil definir a posição da TV. Para que a TV não fique “voando” pelo espaço, o ideal é apoiá-la sobre um móvel, como uma cômoda.
 
5. Acessórios
Em um quarto grande, um tapete é fundamental para ancorar a cama e dar aconchego, principalmente se o piso for frio (cerâmica).
bedr5
 
Arte nas paredes mais longas também é importante para não dar sensação de vazio, principalmente em cima da cabeceira da cama.
bedr6
Cortinas para vestir a janela e regular a entrada de luz também é bem vinda.
bedr7
bedr8
 
E para completar e deixar o quarto mais aconchegante, luminárias de mesa sobre as mesas de cabeceira e de escrivaninha.
bedr9
 
5. Canto de leitura
 
Como o quarto do Mateus é grande, o desafio é ocupar o espaço para que não fique com “buracos”.Minha sugestão é criar um canto de leitura usando uma pequena estante de livros como mesa de cabeceira e posicionando ao lado dela uma poltrona e uma luminária de piso.

O grande segredo dos decoradores é que eles sabem que os detalhes podem “fazer” ou destruir um ambiente.

Enquanto você está preocupada com a cor das paredes e com o tamanho da mesa de jantar, eles se preocupam com coisas que podem parecer besteira.

Como a altura das cortinas ou a escolha da luminária perfeita.

 

1. Escolha luminárias simples + 1 peça de destaque

Opte por luminárias de modelos simples e procure uniformizar usando o mesmo tipo para ambientes próximos, caso você não tenha algo especial para colocar.

Assim, você não precisa estocar modelos diferentes de lâmpadas! #FICAADICA

Mas escolha uma peça de destaque que pode ser um pendente sobre a mesa de jantar, uma luminária de piso ao lado de uma poltroninha charmosa ou uma luminária de mesa ao lado do sofá.

cortina3

2. Pendure as cortinas o mais alto possível

Fixar o trilho ou varão da cortina próximo ao teto faz a parede e a janela parecerem maiores e o tecido deve tocar o chão para não ficar “pula-brejo”.

cortina1

3. Crie um ponto focal

Ponto focal é o ponto de interesse de um ambiente.

Aqui pode ser uma vista bacana, uma obra de arte, um móvel.

É para este ponto focal que as atenções irão convergir quando o ambiente estiver em uso. Capriche.

cortina4

4. Exponha objetos cotidianos como arte

A maneira como você expõe um objeto é tão importante quanto o objeto em si.

Se você tem uma parede vazia, garimpe sua casa por objetos utilitários bacanas e faça um arranjo inesperado.

cortina5

cortina6

5. Escolha peças multifuncionais

Pufe que vira mesa de centro, aparador que se transforma em home-office e estante usada como divisória.

Com os espaços cada vez menores moveis coringas são fundamentais.

cortina8

6. Não faça da TV a rainha da sala

A TV é um ponto focal inevitável mas isso não significa que o ambiente todo tenha que ficar subordinado à ela. Tente posicionar assentos soltos voltados para o sofá para encorajar o bate-papo.

cortina9

7. Esconda a bagunça com estilo

Cestos e baús são ótimos para esconder tralhas em segundos.

cortina10

 

8. Use plantas e livros como objetos decorativos

Livros não precisam ficar confinados em estantes e plantas não precisam ficar só nos cantinhos.

Espalhe seus livros e pequenos vasinhos pelas mesas de apoio e veja sua casa ganhar vida.

cortina12

9. Misture

Misturar peças que você herdou da sua avó, achados de brechó e aquele sofá surrado é o que dá personalidade ao seu espaço.

cortina11

cortina15

10. Organize com bandejas

Objetos que precisam ficar à mão mas que não são exatamente bonitos, como os temperos na cozinha ou os cremes na pia do banheiro, se transformam quando são agrupados em uma bandeja.

 

cortina13

11. Exponha seus tesouros particulares

Conchas das últimas férias em família, os desenhos das crianças, um brinquedo da sua infância ou a sua coleção de bules de chá são os seus tesouros particulares.

Exibí-los com orgulho é a maneira mais rápida e barata para conseguir uma decoração com personalidade.

cortina14

12. Não tenha medo do vazio

Se o quadro que você tem é pequeno, não centralize, faça uma composição com vários, assim o quadro não vai dar a impressão de estar “perdido” na parede.

cortina17

13. Use suas preciosidades no dia-a-dia

Use a louça que você herdou da sua avó e o faqueiro que ganhou de casamento no dia-a-dia. Transforme o cotidiano em um momento especial.

cortina19

cortina20

Decoração barata não é lenda, e eu garanto que existe. Você só precisa começar a pensar como um designer de interiores.

1. “Copiar” é OK!

Se você viu uma idéia bacana no Pinterest, em algum blog ou até na casa de alguém e achou que podia funciona na sua casa, faça também.

O SEU jeito de fazer a idéia acontecer na sua casa é que vai dar o seu toque pessoal e fazer a diferença.

Designers de Interiores mantém pastas de inspiração e misturam ideias de várias fontes diferentes para criar um projeto original.

trans

trans1

2. Perfeito é chato

A cadeira que você pintou ficou um pouco manchada?

Tudo bem, quando você colocar os móveis na sala e introduzir as camadas na decoração, as manchas não vão incomodar, eu prometo.

E foi VOCÊ que fez, não é incrível?

trans2

3. Aproveite o que você já tem

Os objetos que colecionamos ao longo da vida espelham nossa personalidade e contam a nossa história. Não faz sentido nos livrarmos de tudo quando queremos renovar a decoração.

Ao contrário, nos cercar de peças que tenham significado para nós e para nossa família gera um sentimento de pertencimento que faz da sua casa o melhor lugar do mundo.

Vale tudo por uma decoração barata: trocar puxadores, coloca-los nas rolhas das garrafas, pintar, encapar com contact ou tecido ou ainda dar um uso diferente para o móvel.

trans3

trans4

4. Exponha seus tesouros particulares

Não tenha medo de povoar paredes, estantes e outras superfícies com suas coleções, lembranças de viagem, fotos de família ou os desenhos das crianças.

Expor os seus tesouros particulares injeta personalidade e deixa tudo “com a sua cara”!

trans5

5. Inclua 1 dose de humor 

As pessoas que decoram para si mesmas e não para “os outros” buscam uma atmosfera relaxada e casual onde seus visitantes se sintam acolhidos.

Um elemento inesperado, engraçado ou bizarro, tem o poder de fazer as pessoas se sentirem à vontade.

trans10

trans11

6. Tenha paciência

Comece simples, com o básico. Defina primeiro móveis que atendam funções básicas como comer …

trans12

Dormir.

trans13

 

Cortinas para garantir a privacidade, iluminação, o que for necessário para garantir a funcionalidade dos ambientes.

Depois vá adicionando o restante com calma.

Inclua texturas através de almofadas, tapetes, plantas, adicione pontos de luz indireta para dar aconchego, garimpe objetos decorativos e arte que você ame!

trans14

Lembre-se decoração é um processo. Divirta-se!

Plantei e agora as uso para enfeitar, mesmo que seja, um queijo.

trans17

 

 

Conjuntinho é chato! Um ambiente todo combinado, onde os móveis são todos do mesmo conjunto e os acabamentos do mesmo material, é um ambiente sem personalidade. O segredo é misturar estilos na decoração.

 

1. Domine a arte de criar contrastes

Contraste em decoração é a arte de combinar elementos com características opostas em um mesmo ambiente.

Pense em características como estilo, forma, cor, estampa, escala e textura.

Quanto mais contraste um ambiente tiver mais ele parecerá movimentado e cheio de energia.

Da mesma forma, um ambiente com pouco contraste parecerá calmo e tranquilo e chato ; )

contraste

O objetivo é conseguir um ambiente vibrante mas que faça as pessoas quererem ficar nele e não sair correndo por conta da quantidade de estímulos.

Que seja também um ambiente aconchegante sem dar sono e tédio em ninguém.

contraste1

Procure misturar:

  • claro x escuro,
  • formas orgânicas x linhas retas,
  • fosco x brilhante,
  • simples x elaborado,
  • leve x pesado,
  • duro x macio,

2. Quanto mais diferentes os estilos, melhor

Eu amo o estilo marroquino de decoração. Os móveis de madeira com entalhes super trabalhados, os tecidos com bordados cheios de detalhes, os azulejos estampados, as cores vibrantes.

Agora imagine se na decoração da minha sala eu misturasse o estilo marroquino com outro estilo super ornamentado, como o chinoiserie, por exemplo? Melhor não, né?

contraste2

Quando os estilos são muito parecidos, as peças acabam competindo entre si por atenção causando um efeito de “looping”, onde o seu olhar não para e não descansa em lugar nenhum. Para conseguir um efeito mais harmônico, o segredo é misturar um estilo de decoração mais ornamentado com outro mais minimalista, de linhas mais limpas.

contraste5

Outra mistura de estilos de decoração que sempre funciona é combinar um estilo mais “arrumadinho” com outro mais detonado. Como urbano + rústico.

contaste4

Ou clássico + industrial.

contraste6

contraste7

3. Seja fiel à sua paleta de cores

Uma paleta de cores restrita ajuda a unificar e harmonizar a variedade de texturas, estampas e estilos.

Você pode misturar quantos estilos de decoração quiser em um mesmo ambiente se limitar a quantidade de cores.

contraste8

Segredo de designer:

Misturar estilos de decoração é mais difícil se você tiver um papel de parede com uma estampa animada ou um sofá coloridão.

Se você quer misturar vários estilos, o melhor é manter a base da sua decoração neutra.

contraste9

contraste10