Categoria: Base Neutra

O neutro não precisa ser sempre básico e minimalista. Algumas dicas podem te ajudar a dar o up que a sua casa precisa.
O pretinho básico é um clássico na moda. Já na arquitetura, não há regras sobre o que usar ou não, mas, na dúvida, vale apostar em tons sóbrios na decoração, uma vez que você pode adicionar pontos de cor com o passar do tempo.

NEUTRO4

NEUTRO

NEUTRO2
Os beges e cinzas parecem ter tomado conta das residências, uma vez que podem ser muito atemporais e seguros. Ainda assim, isso pode “padronizar” os ambientes e ignorar acessórios vibrantes, fazendo com o local não tenha personalidade. Caso você não consiga abrir mão do básico, veja algumas dicas para te ajudar a criar um espaço neutro, fugindo do sem graça.

NEUTRO1
1. Equilibre o quente e o frio
A dica é misturar os tons neutros com o acolhimento que o marrom transmite. Projetos de marcenaria ajudam bem nessa tarefa, uma vez que a madeira aquece o visual. Fugindo do minimalismo, aposte em plantas.

NEUTRO9
2. Capriche nas texturas
Os acabamentos são essenciais para trazer elegância. Os tecidos de mantas, tapetes e cortinas oferecem conforto. Os acessórios artesanais também são uma mão na roda para garantir personalidade.

NEUTRO7

NEUTRO11

3. Obras de arte

Nada levanta melhor um ambiente do que um belo quadro. Ter uma paleta neutra significa que você pode ousar nas obras de arte de vários tamanhos e formatos. Elas podem ser o ponto alto da sua decoração. 

NEUTRO12

NEUTRO6
4. Aposte em esculturas, vasos de cerâmica e luminárias com um toque artístico. E lembre-se: sua casa não é um museu, o que significa que você pode mover esses objetos sempre que quiser uma mudança de visual.

NEUTRO8
5. Estampa nos acessórios
É a saída para quem tem medo de apostar em cores vibrantes. Vasos, tapetes e almofadas podem ser estampados e discretos, ao mesmo tempo. Eles ajudam a agregar personalidade e são ótimos para quem gosta de sempre fazer pequenas alterações no décor de casa.

NEUTRO3

NEUTRO5
6. Toques de vivacidade
Pequenos toques de vivacidade podem entrar nos detalhes. Isso vai fazer com que seus olhos passeiem pelo ambiente, sem se prender a uma coisa só.

NEUTRO10

Você procura sensação de calmaria, aquele ambiente que não cansa e, se cansar pode trocar as almofadas, enfeites, porque a base é neutra? Seja qual for o seu perfil, uma decoração com base neutra provavelmente vai agradar. De quebra, a proposta não sai de moda, amplia os espaços e é uma delícia poder ousar no restante.

NEU

NEU1

Usar revestimentos, tintas e móveis em tons de branco, preto, cinza e off white, bege, couro é tudo de bom. Pisos escuros são bem-vindos e deixam os ambientes mais criativos. A combinação paredes neutras e móveis de madeira natural não foge à neutralidade e cai bem qualquer cor que você decida usar nos outros objetos.

NEU3

O fundo neutro permite ousar nos detalhes. É fácil fazer combinações harmônicas usando papéis de parede, almofadas, cortinas coloridas e/ou estampadas, tapetes, vasos e enfeites. Brincando com cores no restante, a gente quebra a sisudez, tendo um efeito surpreendente.

NEU4

NEU5

Se você prefere uma decoração mais conservadora, mantendo-se dentro da cartela de tons neutros em todos os objetos ou até mesmo usando apenas uma cor, abuse das texturas para fugir da monotonia. Opções não faltam, mas pode ficar monótono e sem gracinha!

NEU6

NEU7

NEU8

Os revestimentos e móveis são bastante duráveis. Investindo em elementos de cores neutras, você pode reaproveita-los mesmo quando quiser mudar a decoração. Basta apostar capas de almofadas, mantas, plantas, um tapete inusitado e renovar os enfeites!

NEU9

NEU10

Está nos manuais e nas dicas mais comuns do mundo da decoração: invista em cores neutras na base e ouse nos tons de objetos e detalhes. Fácil na teoria, mas como escolher as cores e a melhor composição?

base

base1

Diante do dilema, muitos recorrem ao básico que, invariavelmente, é representado pelas nuances de branco, bege e suas variações!

base8

O bege ganhou essa ‘má fama’ de ser uma cor ‘sem graça’, mas ele é, na verdade, o mais democrático na decoração. Posso compor qualquer cor so­­bre uma base bege. Sem contar que ele ganha do branco no quesito aconchego.

base6

As cores neutras podem ser utilizadas em quase todos os ambientes, dependendo do desejo dos moradores. Em geral as construtoras baseiam o detalhamento de banheiros, cozinha e demais revestimentos da casa em tons claros e neutros por serem mais fáceis de agradar, sendo mais impessoais e podendo receber qualquer projeto de decoração.

base10

Muitas são as cores neutras e é preciso partir de uma delas para fazer a composição. Em geral começa-se pelos ítens maiores da decoração, como armários, sofás e mesas. É importante que o tom dessas peças fundamentais conversem entre si. Não precisam ser iguais, mas devem seguir a mesma linguagem.

base7

Mesmo em uma decoração neutra, não se pode trabalhar com todos os tons do bege, off-white, cinza, amadeirado, entre outros. É preciso seguir uma gama, para evitar que se perca a harmonia.
Os materiais naturais, como madeira, cortiça e tecidos como, linho e algodão, são de tons neutros e trazem calor para o ambiente. Por vezes, trabalhar apenas com a textura dos materiais, sem necessariamente usar uma cor vibrante, traz um resultado harmônico para a composição. Texturas naturais despertam sensações e emoções como acolhimento, aconchego e uma conexão com nossa história. Não chamam a atenção só pra si, como as cores fortes, mas são percebidas durante a experiência do usuário, de forma mais sutil, mas rica.

base5

 

base2

Harmonia também é a palavra chave para quem quer investir em móveis ou objetos coloridos sobre uma base neutra de ambientação. A escolha dos tons mais fortes que farão parte da composição parte do gosto pessoal aliado ao exercício de visualização para sentir se a cor caberá no espaço. O contraste muito forte pode aumentar as chances de o local ficar cansativo. Não é o caso de usar apenas uma cor vibrante, mas é necessário analisar o equilíbrio e fazer com que elas dividam o mesmo patamar de atenção.

base4