Categoria: dicas

Áreas até então desperdiçadas transformam-se em espertas soluções para quem deseja ganhar espaço e fugir do óbvio. Otimize o ambiente e ganhe elementos de decoração.

1. DIVISÃO ABERTA
Para aproveitar a luminosidade vinda da janela, pode trocar uma parede entre as salas por uma estante vazada.

parte

Além de integrar os ambientes, o móvel exibe livros e acessórios.

parte1

2. GALERIA NA CIRCULAÇÃO
No meu caso, aproveitei os degraus da escada que leva aos quartos, para apoiar meus livros e alguns objetos sobre eles.

1CA97823-F7CB-4841-BF4B-9B79843F15E6

97A3791D-528B-4A69-9772-917E3E4D3203
3. ESCONDE-ESCONDE
Aquele espaço famoso ” debaixo da escada ” ganharam um nicho suspenso sob medida e quadros.

parte2

4. ITENS ESCONDIDOS

Móveis com mais de uma função são ótimos aliados para organizar objetos.

parte4

A cristaleira, além de abrigar os pratos de uso diário, ganhou status de bar acima, enquanto o móvel antigo de farmácia expõe objetos e livros.

parte5

5. ESTANTE NO VÃO
Aqui o espaço embaixo da escada foi transformado em home bar. A estrutura feita em madeira abriga garrafas, discos e taças.

parte6
6. APOIO ELEVADO
A disposição de prateleiras criaram um suporte extra para abrigar livros e objetos de valor sentimental.

parte7

parte10
7. SURPRESA CONTORNADA
Se ao demolir a parede que separava dois ambientes restar uma coluna estrutural, o ” incomodo ” pode ser contornado recebendo tinta de destaque e pratos.

parte11

8. LÁ NO ALTO
A área superior da parede, próxima ao teto, costuma ser esquecida, mas, por isso mesmo,
merece atenção especial.

parte12

 

Ou ainda instale um paneleiro, e tire proveito deste espaço que ajuda a organizar sem atrapalhar o uso da bancada.

parte13

Conjuntinho é chato! Um ambiente todo combinado, onde os móveis são todos do mesmo conjunto e os acabamentos do mesmo material, é um ambiente sem personalidade. O segredo é misturar estilos na decoração.

 

1. Domine a arte de criar contrastes

Contraste em decoração é a arte de combinar elementos com características opostas em um mesmo ambiente.

Pense em características como estilo, forma, cor, estampa, escala e textura.

Quanto mais contraste um ambiente tiver mais ele parecerá movimentado e cheio de energia.

Da mesma forma, um ambiente com pouco contraste parecerá calmo e tranquilo e chato ; )

contraste

O objetivo é conseguir um ambiente vibrante mas que faça as pessoas quererem ficar nele e não sair correndo por conta da quantidade de estímulos.

Que seja também um ambiente aconchegante sem dar sono e tédio em ninguém.

contraste1

Procure misturar:

  • claro x escuro,
  • formas orgânicas x linhas retas,
  • fosco x brilhante,
  • simples x elaborado,
  • leve x pesado,
  • duro x macio,

2. Quanto mais diferentes os estilos, melhor

Eu amo o estilo marroquino de decoração. Os móveis de madeira com entalhes super trabalhados, os tecidos com bordados cheios de detalhes, os azulejos estampados, as cores vibrantes.

Agora imagine se na decoração da minha sala eu misturasse o estilo marroquino com outro estilo super ornamentado, como o chinoiserie, por exemplo? Melhor não, né?

contraste2

Quando os estilos são muito parecidos, as peças acabam competindo entre si por atenção causando um efeito de “looping”, onde o seu olhar não para e não descansa em lugar nenhum. Para conseguir um efeito mais harmônico, o segredo é misturar um estilo de decoração mais ornamentado com outro mais minimalista, de linhas mais limpas.

contraste5

Outra mistura de estilos de decoração que sempre funciona é combinar um estilo mais “arrumadinho” com outro mais detonado. Como urbano + rústico.

contaste4

Ou clássico + industrial.

contraste6

contraste7

3. Seja fiel à sua paleta de cores

Uma paleta de cores restrita ajuda a unificar e harmonizar a variedade de texturas, estampas e estilos.

Você pode misturar quantos estilos de decoração quiser em um mesmo ambiente se limitar a quantidade de cores.

contraste8

Segredo de designer:

Misturar estilos de decoração é mais difícil se você tiver um papel de parede com uma estampa animada ou um sofá coloridão.

Se você quer misturar vários estilos, o melhor é manter a base da sua decoração neutra.

contraste9

contraste10

O estilo industrial chegou para ficar. Ele é um dos queridinhos dos profissionais de arquitetura e design de interiores, e também dos seus clientes, pois é um estilo que permite muita versatilidade.
Entre suas principais características, que o fazem ser facilmente reconhecido, estão os elementos crus e com aspecto mais rústico, como a madeira de demolição, os tijolos aparentes, pisos e paredes de cimento queimado, estruturas metálicas e tubulações aparentes, tudo remetendo a ambientes industriais mais antigos.

industria
É possível utilizar alguns elementos e mesclar com outros estilos, de acordo com os gostos e necessidades de cada pessoa. 

industria8

As paredes de tijolinhos aparentes e tubulações expostas que fazem charme em qualquer ambiente atualmente, na verdade, surgiram após a crise de 1920 nos Estados Unidos. Muitos galpões que estavam abandonados em zonas valorizadas das cidades e foram transformados em lofts para moradia.

industria6
Com origem nos grandes galpões, algumas das principais “regras” desse estilo de arquitetura e decoração são espaços extensos e bem integrados. Geralmente são amplos e funcionais, não possuem divisórias entre os diferentes usos, ou seja, isso significa que a sala pode ser conectada com a cozinha, por exemplo.

industria5
Além disso, graças à toda essa amplitude, outra característica marcante é a abundância de iluminação natural, que normalmente entra pelas grandes janelas, principalmente quando a decoração industrial é na sala. A caixilharia de ferro é bem marcada e tem destaque importante nessa linguagem.

industria1
Quando se trata dos elementos mais marcantes do estilo, é impossível não pensar nas paredes de tijolinhos, que podem ser as originais descascadas, papéis de parede e até azulejos que imitam o formato. E elas ficam bem em qualquer ambiente, seja na cozinha, na sala ou até mesmo no quarto com estilo industrial. Mas, independente de como for, o objetivo é o mesmo: remeter a essência da construção. Nesse caso, as características próprias de cada material é o primordial. Por isso a parede de tijolos e o piso de cimento.

industria4

industria2
E por falar em cimento queimado e concreto aparente, eles sim são elementos coringa – seja no chão, paredes ou teto, cumprem o que prometem e trazem ar de “construção inacabada” com toque de elegância. Se você quiser mesmo levar o estilo a sério e investir na tubulação aparente, a dica é ficar de olho na organização da infraestrutura hidráulica e elétrica, que deve estar em ordem e feita com muita precisão.

industria3

Agora, se a sua intenção é deixar o charme do industrial, mas sem o aspecto de obra, Mona aconselha: O equilíbrio é tudo. O contraponto dos materiais brutos dos acabamentos está na combinação com os móveis e elementos decorativos que sejam aconchegantes. Para quem está começando a investir nesse tipo de estilo, a dica é apostar nas luminárias de tubulações aparentes e lâmpadas de filamento. Elas são fáceis de introduzir na decoração de qualquer espaço.

industria7

industria9

 

É normal que vez ou outra você não se sinta completamente bem em casa. Mas se esse sentimento está sendo constante, causando inclusive dores de cabeça, mal estar, insônia e sensação de cansaço, pode ser que esteja na hora de eliminar as energias negativas do ambiente. Isso pode ajudar a melhorar o seu humor, além de inspirar sentimentos positivos para todos os moradores. Confira:

ar1
1. Renove o ar
 
O primeiro passo para remover a energia negativa da sua casa é abrir todas as janelas e deixar o ar se renovar (mesmo que esteja frio lá fora). Movimento e fluxo limpam a energia. Você pode até visualizar o espaço sendo limpo e reenergizado por alguns segundos se quiser. Enquanto isso, sacuda os travesseiros e os lençóis. Ar fresco é tudo!
 
ar
 
2. Acenda um incenso
 
A fumaça perfumada do incenso é uma prática espiritual e de meditação – então por que não experimentar em casa? Isso pode ajudar a melhorar a energia e criar uma atmosfera calma e serena.
 
ar2
 
3. Conserte ou elimine móveis e objetos quebrados
Mesmo que esse objeto tenha um significado especial para você, talvez não valha a pena se prender a ele. Coisas quebradas podem trazer essa energia travada e negativa para a sua casa.
ar3
 
 
4. Esborrife óleo essencial de laranja (ou outros óleos essenciais)
O aroma da laranja faz lembrar um dia de verão, com muito sol e alegria. Limpa o ambiente e eleva o seu humor. Dilua as gotas do óleo em um pouco de água e esborrife pelos cômodos. 
 
ar4
5. Elimine a desordem o mais rápido possível
Objetos retém muita energia tanto mental, quanto psicológica e até espiritual. E eles podem atrapalhar o seu bem estar. Por isso, quando você organiza suas coisas, você se sente melhor. Ah, desordem também pode te deixar cansada e estressada.
ar5
ar6
 
6. Coloque sal grosso nos cômodos
Cristais de sal têm uma habilidade natural para absorver energia negativa. Para absorver a energia negativa, coloque sal grosso nos quatro cantos de cada cômodo. Depois de 48 horas, aspire o sal ou varra e jogue fora.
 
ar7
7. Evite ângulos afiados
Uma das regras mais importantes no Feng Shui é remover a maior quantidade de móveis e objetos com ângulos afiados possível. Sabemos que não é fácil, mas investir em vasos, abajures, mesas e outros objetos circulares trará energia positiva para sua casa.
ar8
 
8. Inclua mais espelhos
Para atrair energia positiva, espalhe vários espelhos pela casa – mas evite aqueles com bordas afiadas. Eles também ajudam a limpar a mente.
ar9
ar11
 
 
9. Proteja as entradas
Portas e janelas que dão para fora são entradas de energia. Para manter essas áreas purificadas, encha um balde de água com suco de limão, sal e vinagre branco e passe a mistura nas maçanetas e janelas. Depois disso, derrame sal grosso em todas as entradas e cubra com um capacho/tapete para evitar a entrada de energia ruim.
ar12
 
10. Queime sálvia
Queimar rolos brancos de sálvia pela casa movendo-os em direção anti-horário é outra boa ideia para limpar as energias.
 
ar13
11. Aposte nas plantas
Além dos vários benefícios que as plantas trazem para nós e para a casa, elas também são um filtro natural das más energias. Que tal deixar um vasinho em cada espaço?
ar14
ar15
 
12. Use cristal preto de turmalina
Use cristais e espalha-los pela casa para um impacto maior.
ar16
 
13. Rearranje os móveis
Rearranjar os móveis pode fazer maravilhas para a energia da sua casa. A mudança não precisa ser extrema: pode ser a mudança de ângulo de uma cadeira ou até mesmo colocar o vaso em outra direção.
ar17
ar18

A casa nada mais é do que uma base para a construção de memórias do dia a dia e tem que evoluir junto com isso, com as lembranças de seus moradores, suas vivências criadas também nesse espaço. O lar precisa respirar, fluir, permitir novos arranjos, poder mudar, ter flexibilidade. Dessa forma, sempre me pareceu sem sentido a ideia de ambientes completamente planejados, pensados, super aproveitados ou extremamente sob medida. A casa precisa também de paredes em branco, espaço para estacionar uma bicicleta, receber itens que estão de passagem. Permitir arrastar alguns móveis para uma repentina festa, para as crianças brincarem ou para experimentar algo novo que peça uma configuração diferente de espaço.

LAR1
Sendo assim, quem nunca pensou em dar aquela repaginada na sala, mas foi deixando para depois e até hoje não concluiu?
Isso pode afetar no nosso sentimento de abrigo e conforto, dificultando o reconhecimento de nossas próprias casas. Para aflorar esse afeto, listei algumas atitudes que você pode tomar.
Adicione um acessório que fale com você
Pode ser um quadro, escultura ou um enfeite de mesa. Quando inserimos detalhes que são a nossa cara, os ambientes tendem a se tornar mais acolhedores para nós mesmos. Aproveitar as paredes vazias para decorar também é uma forma de dar alma ao local. O mesmo vale para papéis de parede, fotos, objetos que sejam herdados da família e peças artesanais feitas por você mesmo ou por alguém especial.

LAR
Cara de adulto
Sabe aqueles detalhes na casa dos seus pais que gritam maturidade? Um sofá de uma determinada época, tapetes, algo vintage ou até mesmo um conjunto de louças bonitas. Invista aos poucos nos itens mais caros e compre com propósito. Não adianta ter móveis e acessórios lindos, se eles não forem confortáveis e práticos.

LAR3

LAR4
Menos é mais
Fuja dos pertences acumulados. Mantenha cada coisa em seu lugar e faça uma limpeza geral para se livrar do que não usa mais. É certo que um pouquinho de bagunça, como um sapato fora do lugar ou as chaves em cima da mesa, podem dar vida ao espaço, mas um ambiente clean oferece mais conforto e alivia o estresse. Sem contar que organização é questão de ter hábitos, que chegam junto com a maturidade.

LAR2

LAR5
Casa de festa
Você não precisa dar festas de arromba, mas convidar amigos vai fazer com que ali seja um lugar especial para todos, onde você pode criar novas memórias felizes. Com o tempo, todos eles vão se sentir confortáveis na sua casa, especialmente, você!

LAR6

LAR7
Adicione plantas
Você pode até ter preguiça ou se esquecer de cuidar de um jardim, mas adicionar plantas à decoração promove o bem-estar. Responsáveis por limpar o ar, os vegetais também conferem muito estilo a qualquer ambiente.

LAR8

LAR9