Categoria: dicas

Fazer com que a casa fique mais aconchegante é um dos grandes segredos para ter um lugar perfeito. O lado ótimo desta solução está no fato de que, para isso, não são necessários grandes gastos. Afinal, alguns bons truques podem resolver muito bem de forma prática e fácil a questão do aconchego nos ambientes, principalmente na sala.
Confiram as imagens abaixo e vejam boas dicas para utilizar na sua casa. 

Siga e inspire-se!

COZY
1. Use almofadas nos sofás

Começo com uma dica simples, fácil de ser colocada em prática, mas que traz sensação imediata de conforto: utilizar almofadas no sofá. Utilize uma quantidade que não ocupe muito espaço no móvel, mas que sirva para complementar o conforto. Outra boa dica é escolher cores ou estampas que harmonizem com o ambiente.

COZY1

2. Tenha um tapete 

Tapetes são ótimas opções para reforçar sensação de conforto. Um bom truque é sempre escolhê-lo na mesma cor que a cortina, valorizando a unidade visual do espaço, caso tenha medo de errar na escolha de cores.

COZY2

3. Use plantas na decoração

Plantas são ótimas para dar um toque de vida ao ambiente e ainda proporcionam conforto térmico ao espaço. Pequenas ou grandes, o mais importante é que estejam bem organizadas em meio a decoração, mantendo o cuidado para que não interfiram no transitar do dia a dia.

COZY3
4. Madeira é sempre uma boa opção

Além de elegante, a presença da madeira contribui para que os ambientes fiquem visualmente mais aquecidos e aconchegantes. Seja na escolha dos móveis ou mesmo nos revestimentos no piso ou paredes, o resultado será sempre interessante.
COZY4

COZY5

5. Aproveite a iluminação natural

Fácil de ser valorizada e totalmente gratuita, a iluminação natural pode ser muito bem trabalhada em sua casa a partir da ausência de cortinas ou com tecidos mais leves cobrindo as janelas. Com isso, os espaços ficam mais arejados, acolhedores e perfeitamente iluminados.

COZY6

COZY7
6. Prefira as cores claras

Assim como garantir o aproveitamento da iluminação natural é importante, otimizar sua presença é fundamental. Para isso, a escolha de cores claras é sempre boa opção, principalmente em ambientes de menor espaço. Desta forma, você proporciona maior amplitude visual e oferece um toque a mais de aconchego.

COZY8 

COZY9

7. Utilize pequenos objetos para decorar

Preencha mesas de centro e prateleiras com pequenos objetos. Destaque as peças que têm história própria, como peças compradas em viagens e experiências especiais. Contudo, tome o cuidado de não exagerar na quantidade para que o ambiente não fique visualmente poluído.

COZY10
8. Jardins verticais são boas opções

Outra sugestão para quem ama plantas, mas se vê impedido de utilizá-las na decoração pelo pouco espaço disponível, é utilizar jardins verticais. Com cachepôs ou quadros vivos, esta opção pode ser ótima tanto para um delicado jardim na varanda, quanto para uma pequena horta na cozinha.

COZY11

COZY12

Se a ideia é receber bem, ter um espaço especial para as bebidas é sempre bem-vindo. Por isso, que tal criar um cantinho para bar em casa? Boas dicas de arquitetos e decoradores para inspirar você. Boas comemorações!

RODA

1. Defina o ambiente

A festa pode ser na sala, ou na sala de jantar, na cozinha ou na área externa. Qualquer um destes ambientes consegue abrigar bem um espaço de bar dentro de casa. Não precisa ser grande. A prioridade é ser gostoso e estar, preferencialmente, na área de maior convívio da casa.

RODA1

2. Invista nas bandejas

Na hora de acomodar as bebidas, invista em bandejas para organizar e delimitar a área. Elas são uma excelente opção para quem não tem muito espaço dentro de casa para ter um móvel específico para o uso. Uma simples bandeja sobre um aparador já faz o bar acontecer.

RODA6

 

 

3. Aposte nas garrafas e nos copos com design

Além de escolher o espaço físico e o suporte, é necessário pensar no que dá bossa ao cantinho. É legal selecionar bebidas com garrafas especiais. Outro detalhe que faz a diferença é misturar objetos, como vasos, caixinhas, copos, taças e até mesmo velas.

RODA2

4. O charme do carrinho de chá

Uma das maneiras de criar um bar versátil é investir nos carrinhos de chá, como neste ambiente abaixo.O carrinho é bem versátil, pois algumas vezes, pode aumentar e diminuir nas laterais, cumprindo a função de bar, de mesa lateral para o sofá e, com rodízios, ainda possibilitam serem levados para outros ambientes.

RODA3

ROda7

roda8

roda9

5. Aproveite o aparador, a estante

Um bom móvel para usar como bar é ideal para aproveitar o que já temos em casa. Aparadores e cômodas também servem como lindos apoios com bandejas e seus arranjos: taças, garrafas e flores sobre a bandeja ou até luminárias e objetos de decoração podem funcionar no conjunto.

RODA10

RODA5

Revestimentos coloridos, complementos decorativos inusitados ou mesmo um móvel antigo são maneiras criativas de montar um bar em casa

RODA4

 

Reformar a cozinha não é simples. São muitas as etapas necessárias para conseguir um projeto de sucesso. Além da escolha dos revestimento para pisos e paredes, é preciso investir nos eletrodomésticos e no material da bancada da cozinha – e é nesse momento que pode aparecer uma série de dúvidas. Hoje, existem opções das mais variadas no mercado, materiais de todas as naturezas, como você vê abaixo. A regra para a escolher certo é clara: deve levar em conta a intensidade de uso da cozinha e as necessidades dos moradores.

granito2

 

Os preferidos dos profissionais de interiores são as pedras naturais e compostos sintéticos derivados de quartzo, feldspato ou vidro. Abaixo, veja as principais características de cada um dos materiais mais usados para você escolher a bancada ideal para a sua cozinha:

 

Granito É o material mais usado por ser bem resistente. Os granitos apresentam uma resistência muito alta para uso diário, de fácil limpeza e manutenção, tanto que também são super indicados para pisos de locais de tráfego intenso. Uma dica que eu sempre dou é que você pode sempre ir até o revendedor para escolher a pedra que achar que tem mais a ver com a sua cozinha. Como o material é natural, existe uma série de variações, e dentro destas variações é possível escolher aquela que você mais gosta. Outra vantagem dos granitos, com relação aos outros materiais, é o custo-benefício: ele é a opção mais ” barata” pela qualidade que oferece.

granito

 

Mármore

O mais poroso dos materiais, o mármore é o menos recomendado para a cozinha. Apesar de aparentar mais sofisticação do que o granito, ele pode facilmente ficar manchado ao entrar em contato com os alimentos – acredite: uma simples beterraba pode causar um verdadeira estrago. É indicado apenas para quem faz pouquíssimo uso do espaço.

granito3

Compostos de quartzo

Os materiais conhecidos como Silestone, Quartzstone, Topzstone, Caesarstone são compostos feitos de resina e quartzo. Criados industrialmente, eles fazem sucesso entre profissionais de interiores por serem moldáveis a apresentarem diversas opções de acabamento, mas é preciso fazer um alerta: eles não aguentam temperaturas tão altas. É um material sintético com permeabilidade muito baixa e tonalidade uniforme, por isso tem sido bem aceito. Porém, apresentam resinas na composição, assim não aguentam altas temperaturas.

granito4

 

Nanoglass

O nanoglass é um material sintético criado com resina e pó de vidro. É justamente o material que o torna mais resistente, faz com que possua alta durabilidade e exiba uma superfície brilhante, que enche os olhos – motivo pelo qual caiu no nosso gosto, profissionais de interiores.

granito6

granito5

Corian

O corian é um composto sintético que possui 1/3 de resina acrílica e 2/3 de hidróxido de alumínio. Ele aguenta altas temperaturas e é também uma superfície moldável – o que facilita o acabamento,  já que garante uma uniformidade na bancada da cozinha.

Neolith e Dekton

Tanto o Dekton quanto Neolith são superfícies sintéticas ultracompactas que são criadas a partir de elementos minerais e produzidas de maneira industrial. Elas possuem baixa porosidade e apresentam várias opções de acabamentos – podem imitar até o mármore, por exemplo. O diferencial é que não possuem resina na composição, por isso são mais resistentes à temperatura do que outros materiais sintéticos. O problema destas superfícies é o custo, que ainda é alto no Brasil.

granito8

granito9

granito10

Há quem aposte nos porcelanatos ou revestimentos cerâmicos – apesar de não serem os mais indicados. Uma desvantagem é o fato destes materiais não ser tão resistente a impactos. O cimento queimado também chegou a ser uma opção de muitos profissionais há alguns anos. Outros materiais menos comuns podem aparecer na hora de projetar: existem bancadas inteiras em inox e até revestidas de madeira teca, que possui boa resistência e confere um ar rústico ao ambiente.

“Um dia frio/um bom lugar para ler um livro…” Quando o cantor escreveu esse verso, ele provavelmente imaginou um espaço como esses. Aconchegante, claro, silencioso. Uma moldura para criar lugares únicos, confiram.

janela

Você já pensou que o espaço sob as janelas pode servir para várias utilidades e contribuir, ainda mais, para o aproveitamento do ambiente ?

JANELA1

janela2

Não é nada impossível. Pelo contrário, é bem simples. Utilizando a criatividade e realocando móveis que você já possui, ou colocando outro feito sob medida, fica claro que o protagonista do ambiente decorre de sua arquitetura original: as grandes janelas

janela3

janela4

janela5

Incluir um banco no espaço abaixo da janela pode ser a opção perfeita para criar um local novo ou apreciar a vista exterior. O banco pode ocupar de ponta a ponta o espaço da parede e ser confeccionado de várias formas.

janela6

Incorpore-o na decoração do espaço, coloque futons e almofadas.

janela8

janela10

janela7

Tudo somado, a resultante é uma palavra só: originalidade. Porque aquilo que é original, prevalece. 

janela9

janela11

O conceito de transformar uma coisa em outra não é novidade por aqui, e vejam como boas ideias podem virar obra de arte. 

org

E quando se trata de decoração, a arte de transformar um objeto numa peça de uso diário pode ganhar contornos bem-humorados e inspiradores.

Basta colar os brinquedos aleatoriamente, sem regra mesmo, e o espelho ganha uma moldura nova com os objetos não mais utilizados. Ideal para ficar no quarto das crianças.

org17

Improviso, inspiração e boas ideias são ideais para quem quer redecorar a casa mas está com o orçamento justo.  Aqui estão 20 ideias de decoração para você executar em sua casa e dar um up sem gastar muito ou quase nada.

org1

Os caixotes de feira são ótimos para criação de novos móveis, se destacam quando o assunto é organização e podemos conseguir free na feira perto de casa.

org13

Garrafas vazias viram bons aliados no cotidiano.

org2

org4

Nem o porta vinho ficou sem uso.

Aquela garrafa de bebida que você achou muito estilosa, ganha novo uso como porta sabonete.
Mãos a obra:
Lave bem a garrafa, coloque o sabonete líquido dentro e um pump na garrafa.
Se preferir você pode usar o pump que vem em algumas embalagens de sabonete líquido ou comprá-lo, que também é bem baratinho.

org5

Vidros de velas que acabaram desempenham boas funções.

org6

org8

org10

Pessoas criativas, que buscam por novas ideias, gostam de arte, valorizam a herança e o consumo consciente são as que mais executam esses DIY fáceis que dispensam até o passo a passo.

org11

Quem me acompanha aqui, sabe que adoro temperos fresquinhos, a ideia de ter uma horta em casa e estou sempre a procura de novas ideias para compartilhar com vocês, assim mais uma hoje.

org12

 

Peças autorais, com assinatura exclusiva, trazem personalidade ao ambiente.

org9

Não é de agora que materiais de construção e jardinagem são utilizados de forma criativa na decoração, mas ultimamente este recurso está ganhando cada vez mais destaque. O mais interessante é que se antes estes materiais de baixo orçamento eram usados provisoriamente até que um móvel finalmente pudesse ser comprado, hoje eles fazem parte da decoração como um projeto permanente, principalmente quando utilizados de forma criativa.
Seus diversos tamanhos e modelos disponíveis no mercado oferecem um ar industrial à composição, além de versatilidade e praticidade na hora da montagem, já que eles podem se tornar facilmente uma mesa de centro, uma estante para livros ou banco. O único trabalho que você terá é definir qual o formato e tamanho adequado ao seu projeto, porque de resto, é só tratá-lo ou pintá-lo, e fixar uma peça à outra com um produto específico.
Se a ideia é usar os blocos de concreto em sua cor natural, é necessário fazer um tratamento simples com cada peça, aplicando uma camada de hidrofugante. Assim é garantido que os blocos não vão se esfarelar com o tempo. Caso queira pintá-los, esta etapa de tratamento pode ser pulada, basta escolher uma tinta comum de parede que a preservação será garantida.
Para fixar uma peça à outra ou em outros tipos de materiais com mais delicadeza, como madeira, por exemplo, utilize um multifixador. Há no mercado um produto específico para esse fim chamado “Multifix – Fixa sem Prego”, uma cola com elevado poder de adesão que garante fixação rápida e sem sujeira.

org16

org18

As pranchetas viram quadros.

org19

 

org21

Qualquer ” faça você mesmo” deve entrar em casa como forma de expressão. Podem aquecer tanto um ambiente clean ou dar um toque cool a uma casa clássica.

org14

org20