Categoria: DIY

O conceito de ‘faça você mesmo’ se intensificou na decoração de interiores e na construção civil, com a ascensão de canais no YouTube e de influenciadores do segmento. Em blogs ou veículos de comunicação, dicas para decorar a casa são amplamente compartilhadas, ano após ano, acompanhando as últimas tendências. O que sempre esteve presente agora se fortalece com o afastamento social imposto pela pandemia do coronavírus.
Com a rotina de trabalho, compromissos, eventos e trânsito, pouco se aproveitava as casas. A quarentena convida as pessoas a voltarem o olhar para dentro e, com pequenas mudanças, a mudar o astral da casa. Objetos guardados muitas vezes representam energias negativas. Outro movimento importante é o da contribuição de todas as pessoas que moram na casa: filhos ajudam a deixar em ordem, a organizar, dar ideias, os maridos podem apoiar nas mudanças e disposições. Arrumar o externo, dentro da psicologia, também é organizar e fazer contato com o interno. Dessa forma, se faz fluir a energia vital, com benefícios à convivência, beleza e saúde mental.

ISO1

O momento é ideal para rever tudo o que estava guardado e sem uso, e dar um novo visual para itens de decoração. O ‘faça você mesmo’ não é muito da nossa cultura, mas vejo que a obrigatoriedade de ficar em casa pode ser o início desse comportamento em muitas pessoas. Revirar os armários, trocar as plantas de vaso, mudar as coisas de lugar e até pintar uma parede pode ser uma grande terapia.

– Lojas de materiais de construção são consideradas atividades essenciais e permanecem abertas na maioria das cidades. Tomando os devidos cuidados de higiene e distanciamento, conheça novos materiais, formatos, estampas e texturas para itens como mesas de cabeceira, de centro, tapetes e vasos;

ISO

– Plantas favorecem o bem-estar e a vitalidade do ambiente. Renove a terra dos vasos, acompanhe de perto a rega, cultive temperos e complemente sua casa com mais cor e sabor;

ISO2

ISO3

– A casa é um refúgio e influencia a saúde emocional dos moradores, especialmente nos dias atuais. Aproveite a comodidade do e-commerce para adquirir novos itens e trabalhar a criatividade;

Com a popularidade da reciclagem e a decoração com achados resgatados, muitos buscam renovar os móveis de segunda mão com diferentes técnicas. É uma ótima pedida para renovar o que você herdou da sua avó ou modernizar seu achado mais recente até.

ISO4

É possível pegar algo sem brilho e reinventá-lo para que se adapte ao seu estilo e espaço com algumas poucas horas de trabalho. Siga estes passos e estará no caminho de produzir uma peça renovada e restaurada em apenas um fim de semana!

Vamos lá?

Repare os danos

 

ISO6

Lixar e preparar

Se sua peça estiver em boas condições, pode pular o passo de lixar e ir diretamente para a pintura, se for o caso. O primer não precisa ser lixado, inclusive se sua peça estiver muito envernizada, dar ao móvel uma boa raspada com uma lixa mediana (grão 80) não só ajuda a retirar resíduos, mas também dá ao seu primer uma melhor superfície para aderir-se.

ISO5

3º Pintura

Tintas látex ou esmalte são as ideias para renovar móveis. Nunca economize passando uma só camada, duas são sempre melhores para alcançar uniformidade e até cobertura, deixando sempre de 6 a 8 horas o tempo de secagem entre cada camada. Se for pintar a mão, um pincel angular de alta qualidade também é essencial. No entanto, com a Pistola de Pintura e Pulverização, você pode aplicar duas camadas de pintura de forma rápida, fácil e uniforme.

ISO10
4º Aplique tinta seladora

Você pode escolher qualquer coisa, desde simples até brilhante, para renovar seus móveis, mas a tinta seladora que você vai utilizar vai determinar o brilho final. Você pode escolher entre várias opções, um protetor acrílico a base de água brilhante, ou para um acabamento fosco, escolha um selador transparente para móveis. Se optar pela cera para móveis, aplique várias camadas entre aplicações. Não utilize um poliuretano a base de azeite em pintura branca ou clara, com o tempo ficará âmbar ou amarelo.

Uma vez que a seladora estiver seca, pode instalar novamente todos as peças e colocar seus itens no lugar.

ISO9

Pode parecer que isso consome muito tempo e trabalho, mas com um pouco de paciência, você poderá produzir uma peça perfeitamente pintada com uma cobertura lisa e uniforme que durará muitos anos!

ISO7

Em tempos de crise econômica, reuni diversas dicas para ajudar você a não passar aperto.
Quando falta dinheiro para arrumar a casa, a criatividade tem que entrar em ação. Se você precisa de um sofá na sala já deve ter pesquisado preços e descoberto que não são nada animadores, então que tal colocar as mãos na massa e fazer seu próprio sofá?

palet
A crise é uma oportunidade de se reinventar, quando a orientação é cortar gastos e economizar.

Pallets

Os pallets viraram uma febre por colaborarem para uma decoração com ares rústicos e despojados, mas também ganharam espaço por serem uma forma de reutilizar estruturas de madeira e criar um décor mais sustentável.

Se você nunca imaginou como incorporar os pallets na sua casa, não tem problema. Veja algumas sugestões mais conhecidas e outras nem tanto para você escolher uma que combine com o seu estilo e com a ideia de decoração que você tem em mente.
1.Base da cama
A forma mais comum de usar pallets é colocando as estruturas como base para a cama. Basta escolher uma estrutura com uma altura e largura adequadas para o espaço que você tem e colocar o colchão por cima. Uma cama desse formato fica mais bacana quando encostada na parede.

base

Base do sofá
Uma outra forma de aproveitar essas estruturas é montando um sofá com elas. A ideia é buscar pallets que sejam mais estreitos e cumpridos e colocar assentos por cima. Para o conforto, abuse das almofadas e encoste o sofá na parede para ajudar com o apoio para as costas.

palet1
Móvel para terraço
A decoração do terraço já é mais descontraída por natureza, então você pode colaborar para essa decoração criando bancos e mesas de centro feitas de pallets. Assim como o sofá, vale investir em almofadas de assento para garantir o conforto.

palet2

palet3

O que muita gente não sabe é que boa parte do que é descartado dentro de casa pode ser reaproveitada e até vendido.
Se você adora abrir uma cerveja, vinho e ao invés de jogar as garrafas fora, faça delas incríveis vasinhos de flores.

palet9

palet8

palet10

Se você não bebe isto não é desculpa, as garrafas de vidro de água desempenham o mesmo papel.

palet11

Queridinhas no mundo todo, as velas da marca francesa Diptyque , além de serem cheirosíssimas, quando ela chega ao fim, a embalagem (que é linda!) pode ganhar novas utilidades no décor.

palet13

Os vidrinhos são ótimos para guardar pinceis de maquiagem, acessórios e grampos de cabelo, além de serem charmosos vasos de flores!

palet12

 

Sabe aqueles caixotes de madeira que são descartados no final da feira? Eles podem abrigar suas plantas ou ainda servir de bandeja se bem higienizado.

palet5

palet4

Não tem coragem de jogar fora aquele móvel velho e meio tortinho que só serve por causa das gavetas? Não se prenda a peça toda, deixe as gavetas se tornarem as protagonistas e transformar a decoração da sua casa.

palet7

Se sobrarem os puxadores transados, traga eles também que tem função.

palet6

 

O conceito de transformar uma coisa em outra não é novidade por aqui, e vejam como boas ideias podem virar obra de arte. 

org

E quando se trata de decoração, a arte de transformar um objeto numa peça de uso diário pode ganhar contornos bem-humorados e inspiradores.

Basta colar os brinquedos aleatoriamente, sem regra mesmo, e o espelho ganha uma moldura nova com os objetos não mais utilizados. Ideal para ficar no quarto das crianças.

org17

Improviso, inspiração e boas ideias são ideais para quem quer redecorar a casa mas está com o orçamento justo.  Aqui estão 20 ideias de decoração para você executar em sua casa e dar um up sem gastar muito ou quase nada.

org1

Os caixotes de feira são ótimos para criação de novos móveis, se destacam quando o assunto é organização e podemos conseguir free na feira perto de casa.

org13

Garrafas vazias viram bons aliados no cotidiano.

org2

org4

Nem o porta vinho ficou sem uso.

Aquela garrafa de bebida que você achou muito estilosa, ganha novo uso como porta sabonete.
Mãos a obra:
Lave bem a garrafa, coloque o sabonete líquido dentro e um pump na garrafa.
Se preferir você pode usar o pump que vem em algumas embalagens de sabonete líquido ou comprá-lo, que também é bem baratinho.

org5

Vidros de velas que acabaram desempenham boas funções.

org6

org8

org10

Pessoas criativas, que buscam por novas ideias, gostam de arte, valorizam a herança e o consumo consciente são as que mais executam esses DIY fáceis que dispensam até o passo a passo.

org11

Quem me acompanha aqui, sabe que adoro temperos fresquinhos, a ideia de ter uma horta em casa e estou sempre a procura de novas ideias para compartilhar com vocês, assim mais uma hoje.

org12

 

Peças autorais, com assinatura exclusiva, trazem personalidade ao ambiente.

org9

Não é de agora que materiais de construção e jardinagem são utilizados de forma criativa na decoração, mas ultimamente este recurso está ganhando cada vez mais destaque. O mais interessante é que se antes estes materiais de baixo orçamento eram usados provisoriamente até que um móvel finalmente pudesse ser comprado, hoje eles fazem parte da decoração como um projeto permanente, principalmente quando utilizados de forma criativa.
Seus diversos tamanhos e modelos disponíveis no mercado oferecem um ar industrial à composição, além de versatilidade e praticidade na hora da montagem, já que eles podem se tornar facilmente uma mesa de centro, uma estante para livros ou banco. O único trabalho que você terá é definir qual o formato e tamanho adequado ao seu projeto, porque de resto, é só tratá-lo ou pintá-lo, e fixar uma peça à outra com um produto específico.
Se a ideia é usar os blocos de concreto em sua cor natural, é necessário fazer um tratamento simples com cada peça, aplicando uma camada de hidrofugante. Assim é garantido que os blocos não vão se esfarelar com o tempo. Caso queira pintá-los, esta etapa de tratamento pode ser pulada, basta escolher uma tinta comum de parede que a preservação será garantida.
Para fixar uma peça à outra ou em outros tipos de materiais com mais delicadeza, como madeira, por exemplo, utilize um multifixador. Há no mercado um produto específico para esse fim chamado “Multifix – Fixa sem Prego”, uma cola com elevado poder de adesão que garante fixação rápida e sem sujeira.

org16

org18

As pranchetas viram quadros.

org19

 

org21

Qualquer ” faça você mesmo” deve entrar em casa como forma de expressão. Podem aquecer tanto um ambiente clean ou dar um toque cool a uma casa clássica.

org14

org20

Cansou de ver o mesmo armário na cozinha todos os dias? Dê um upgrade no décor, usando desde a boa e velha tinta até alguns produtos que talvez você não conheça!

Existem diversos motivos para querermos repaginar nossas casas. Não está satisfeito com os seus gabinetes? Transforme-os facilmente com essas dicas, devolvendo a essência e a beleza ao ambiente:
1. Use tinta!

Não há maneira melhor de renovar um ambiente que com um pincel e uma boa lata de tinta. Uma cozinha escura, por exemplo, pode parecer completamente iluminada ao ganhar gabinetes brancos. Se o branco for muito básico para seu estilo, pode experimentar com a sua cor favorita ou fazer um esquema de duas cores?

pintar

1
Tire as portas e rotule-as. Use uma chave de fenda para remover portas e gavetas da estrutura. Aplique um pedaço de fita adesiva e escreva sobre ele um número ou uma letra. Coloque outro com o mesmo conteúdo na porção da estrutura à qual cada parte pertencia. É importante que cada porta seja rotulada de forma diferente para que você saiba a localização de todas elas. Deixe o armário em um espaço aberto, como uma garagem ou um porão, a fim de deixar o caminho livre.
Esvazie o armário e guarde seus conteúdos em outro local enquanto estiver trabalhando.
Mantenha cada parte com suas dobradiças em sacos plásticos a fim de evitar que se percam ou se misturem com as demais.

2
Remova a tinta do armário, se for o caso. Trabalhe em um espaço ventilado e com um grande pedaço de papelão por baixo. Comece no topo do armário, pintando uma camada do removedor sobre a superfície. Deixe-o repousar por ao menos 45 minutos e, a seguir, use um raspador para remover a tinta com movimentos longos. Prossiga com a remoção completa até deixar a superfície lisa e homogênea.
Use luvas de trabalho durante o trabalho para evitar irritações na pele.
Você talvez precise usar o removedor de tinta diversas vezes, caso o armário tenha passado por demãos múltiplas.

3
Limpe o armário com um desengordurante. Borrife um desengordurante químico sobre um pano de limpeza até deixá-lo úmido. Esfregue-o sobre o armário na direção do grão para remover quaisquer resíduos persistentes. Limpe todos os lados de cada porta e sua estrutura a fim de que o primer se apegue bem à superfície.
Se estiver pintando um armário de cozinha, passe tempo extra limpando tudo o que estiver próximo às superfícies mais usadas, pois possivelmente terão mais óleo e gordura presentes.

4
Suavize quaisquer falhas ou amassados com massa para madeira. Se há grandes buracos a serem escondidas por baixo da tinta, preencha-as com um produto sintético feito para madeira. Esprema esse conteúdo no ponto desejado e suavize-o com um raspador plástico flexível. Espere meia hora até que ele esteja seco antes de continuar.
A massa para madeira pode ser adquirida em casas de construção ou lojas de ferramentas.

5
Estenda uma lona sobre o chão e proteja as bordas do armário com fita adesiva. Coloque a lona sobre o espaço de trabalho e quaisquer balcões para evitar que o primer ou a tinta atinjam essas superfícies. Quando estiverem já protegidas, cubra as bordas onde o armário se encontra com a parede com fita adesiva. Pressione-a firmemente a fim de que a tinta não penetre essa região.
Envolva os eletrodomésticos com plástico se estiver trabalhando no armário em um espaço próximo.
A fita crepe oferece proteção da tinta e é fácil de ser removida sem danificar as paredes.

6
Use uma lixa fina a média para deixar as superfícies mais ásperas. Encontre uma lixa de grau 100 para remover a finalização hoje presente. Se o armário é laminado ou feito em madeira, esse processo é importante para evitar marcações. Aplique um pouco de pressão para deixar as superfícies mais ásperas a fim de facilitar a aderência do primer e da tinta. A seguir, tire os resíduos com um pincel seco.
Use uma esponja abrasiva ou uma lixadeira para melhor ergonomia.

7
Aplique uma fina camada de primer adesivo na estrutura e nas portas do armário. Esse produto aderirá com firmeza à superfície. Comece com a aplicação em áreas mais detalhadas com um pincel antes de passar para regiões maiores com um rolo. Avance no sentido do grão para um resultado suave e homogêneo. Cubra toda a superfície com o primer e, por fim, deixe-o secar completamente.

pintar2

1
Use uma tinta aquosa de látex para maior durabilidade. As tintas de látex secam rapidamente e podem ser facilmente limpas com água. Além disso, esse material não solta os gases tóxicos resultantes das tintas a óleo. Visite a loja de tintas mais próxima e descubra que opções estão disponíveis para avançar no trabalho com o seu armário.
A tinta deve ser 100% acrílica para melhores durabilidade e adesão.
Tipos de tinta e seus usos
• Escolha uma tinta fosca para um visual moderno. Esse tipo traz um resultado discreto e sem brilho quando fica completamente seco.
• Escolha uma tinta semibrilho se quiser que o armário brilhe um pouco, refletindo luz e deixando o ambiente mais claro e amplo.
• Use tinta de quadro para fazer um mural de mensagens em seu armário. Depois de seca, ela possibilita a você escrever mensagens e listas na superfície.

2
Use um pincel angulado para pintar regiões com pouco espaço e muitos detalhes. Despeje a tinta em um recipiente que facilite a movimentação do pincel. Use-o para trabalhar nos cantos apertados e ao longo das bordas de cada porta, espalhando quaisquer acúmulos de tinta com as cerdas a fim de suavizá-los.
Espere pela secagem completa de um dos lados antes de virar a porta para iniciar a pintura do outro lado.
No caso de armários laminados ou em madeira, pinte ao longo do grão para esconder as pinceladas.

3
Use um rolo para aplicar tinta em superfícies maiores. No caso das grandes áreas, use um rolo em espuma de 10 cm de comprimento. Revista-o com uma fina camada de tinta em uma bacia apropriada, e trabalhe desenhando formas “W” na superfície desejada para um resultado mais completo. É importante que o primer não seja visível de baixo da tinta, ou será preciso aplicar uma nova demão.
Repasse o rolo sobre as áreas já pintadas para suavizar o resultado. De outro modo, a espuma do rolo pode acabar deixando pequenas irregularidades no armário.

4
Espere até que a tinta esteja completamente seca. Espere ao menos um dia inteiro, sem colocar qualquer objeto no interior do armário enquanto a tinta estiver úmida. Quando os primeiros lados das portas estiverem secos, vire-as para pintar o outro lado.

pintar1

2. Com lousa e função

Seja com papel de parede e tinta de lousa, a adição deste elemento à coisa muda tudo: com um pedaço de giz, você pode fazer desde listas de compras, até escrever sua receita preferida ou deixar recados.

pintar5

pintar3
3. Papel contact

Quem entrou na matéria procurando por dicas de como usar papel de parede não imaginava que também era possível usar papel contact, não é mesmo?
O truque não é resistente, já que a área é de grande atrito e umidade. Porém, se você não aguenta mais olhar para as mesmas coisas e quer mudança imediata, vale a pena tentar.

pintar6

4. Papel de parede

O papel de parede traz não apenas cor, como estampa e descontração para o décor. Ele pode ser aplicado no fundo de armários envidraçados ou nas portas dos gabinetes. Na foto, ele foi aplicado na parede.

pintar9

pintar7

5. Com tecido e tachinhas

Difícil imaginar que uma simples tachinha de escritório possa fazer toda a diferença, mas é verdade. Além dos usos comuns, ela pode fixar tecidos dentro dos armários! Uma boa alternativa temporária para embelezar o móvel com portas envidraçadas e poder trocar a estampa sempre que quiser.
Antes de começar, tire a louça e também as prateleiras. Meça o fundo do gabinete e corte o tecido, sem sobras. Por fim, é só alinhá-lo ao gabinete e pregar quatro tachinhas, uma em cada canto.

Se preferir o tecido reveste as paredes assim como em qualquer outro ambiente.

pintar8

pintar10
6. Desgastado

O que você quer não é renovar os gabinetes, e sim conferir uma aparência mais rústica a eles? É simples! Primeiro, remova os puxadores. Depois lixe-os para remover o verniz. Cuidado, que a bagunça e a poeira serão abundantes.
Se quiser, pode lixar bastante para deixa-los com jeito de usados. Em seguida, aplique um líquido envelhecedor de madeira, como o Valspar Antiquing Glaze ou betume, encontrado em lojas de artesanato. Deixe-o secar e, em seguida, use um pano úmido para limpar o excesso. Adicione duas demãos de selante para finalizar.

pintar11

pintar12

Gosta de projetos de faça você mesmo? Leia também!

As flores trazem beleza, perfume e alegria ao décor. Com elas, é possível reinventar os ambientes ou até mesmo transformá-los. Vejam quantas maneiras diferentes e inusitadas de acrescenta-las ao dia a dia reutilizando garrafas, vidros de conserva, latas, bules, velas e até gavetas.

vidro

vidro1

vidro2

Garrafas de vidro de todas as cores podem ser usadas para formar um lindo arranjo, basta retirar os rótulos, ou não, e limpá-las por dentro e por fora.

vidro5

Para uma decoração mais moderna, vale a pena apostar em garrafas coloridas e com diferentes formatos. Caso prefira uma decoração mais tradicional, usar o mesmo modelo e cor de garrafa também consagra um belo arranjo.

vidro4
Direto do lixo ao luxo, as latas vieram pra ficar e decorar a casa e a mesa com estilo.

vidro7

vidro8

Se nada ainda fez a sua cabeça, xícaras e bules todo mundo tem em casa, e porque não usa-los como vasos.

vidro9

vidro10

vidro11
Ideias simples, porém especiais.

vidro12

vidro6