Categoria: espaços pequenos

A vida a dois começa, como já diz a expressão popular, quando se juntam as escovas de dentes. Tudo o que era singular passa a ser conjugado como “nosso” e na hora de decorar o nosso quarto, muitos desafios podem surgir. Se você está se preparando para decorar seu novo quarto de casal, não se assuste se o quarto for pequenininho. Dá para fazer um ambiente super aconchegante e funcional com um pouco de jeitinho e planejamento!

1. COMECE PELA CAMA

Dormir bem é fundamental para saúde e o investimento em uma nova cama pode ser pesado, principalmente se você se arrepender. Por isso, comece seu planejamento acomodando primeiro a cama.

Confira as metragens do quarto e veja qual cama é suficientemente confortável para vocês dois. Se seu quarto for muito pequeno, encostar a cama na parede pode ser uma boa solução.

dois7

2. EXPLORE O ESPAÇO “MORTO” DA CAMA

Cama é só para dormir? De jeito nenhum! Se você tem um quarto pequeno você não pode se dar ao luxo de dispensar um centímetro cúbico sequer. Algumas camas box já vêm com espaço interno com um acesso basculante , mas o preço pode ser um pouco salgado.

Se você estiver procurando alguma opção mais barata, utilize baús ao pé da cama, assim você pode guardar toalhas, cobertores que não estão sendo utilizados, toalhas e o que mais achar interessante. Existem alguns pufes que também abrem e exercem a mesma função.

dois9

3. ABUSE DE CORES LEVES NO AMBIENTE

Cores claras possuem a propriedade física de refletir luz, enquanto que cores escuras absorvem a mesma. Ao refletir a luz, tem-se a sensação de que o ambiente é maior e mais espaçoso, um recurso indispensável para pequenos ambientes. Para quem tem medo de arriscar, tons pasteis combinados a cores claras e com pouca saturação são o porto-seguro.

dois8

Mas se você gosta de um ambiente mais vivo e colorido, escolha um ponto do seu quarto para concentrar essa energia: ou uma das paredes, armário, cama, colcha e almofadas. Ao escolher um único foco e cores claras no entorno, você valoriza a energia que você quer para seu quarto sem sobrecarregar o ambiente.

dois3

4. PRIORIZE A SIMPLICIDADE

Muitos ambientes podem ser decorados com móveis e outros objetos repletos de adornos mesmo em espaços pequenos, porém muito cuidado pois é fácil pecar pelo excesso. Na dúvida, opte pela simplicidade, sempre. Além de dar menos trabalho de manutenção, ou seja, de limpar – objetos com menos detalhes criam um ritmo visual mais calmo e neutro.

dois4

Se você não abre mão de um estilo mais romântico, uma boa dica é escolher apenas alguns objetos para caprichar no detalhe: ou um espelho bacanudo, colcha com babados, ou mesmo um abajur com muito estilo. Acredite, em um quarto pequeno, menos é mais.

dois1

5. EXPLORE A “ILUSÃO DE CONTINUIDADE”

Esta dica é preciosa e não é em qualquer lugar que você a encontra. Este truque consiste em “fundir” a parede com algum elemento do quarto, como a cama por exemplo. Ao escolher uma cor ou textura para a parede no mesmo tom ou com grafismo semelhante ao objeto que está disposto diante dela, você cria uma ilusão ótica que dá maior profundidade para a parede. É como se o cérebro perdesse o referencial do que é chão e o que é parede, alongando a perspectiva.

dois6

6. DÊ PREFERÊNCIA A UM ARMÁRIO “INVISÍVEL”

O armário, assim como a cama, ocupa um grande espaço no seu quarto, mas tem a vantagem de ser um móvel vertical. Aproveite essa característica e invista em portas inteiras, em cores claras e sem gavetas aparentes – principalmente se organização não for seu forte.

7. ESCOLHA LUMINÁRIAS ALTAS E DELICADAS

Se você gosta de luminárias mais rebuscadas e baixas, tente fazer com que ela seja o foco de atenção do seu quarto e, então, abuse das cores leves e elementos neutros no restante do quarto. Mas se você não faz questão de uma luminária especial, procure opções mais simples e que fiquem mais próximas do teto. Um artifício legal é usar luminárias ou abajures alongados nos cantos. Ao colocar linhas verticais, você cria um ritmo visual que aumenta a sensação de espaço e conforto.

dois5

8. MESINHAS DE CABECEIRA MULTIFUNCIONAIS

Se você ainda tem um precioso espacinho entre a cama e as paredes, invista em uma mesinha de cabeceira funcional e linda. Seja para deixar um livro, um remédio, ou o celular carregando, ela é uma peça difícil de se abrir mão. Dependendo do espaço que você tem, você pode aproveitar para fazer prateleiras, gaveteiros e até mesmo uma pequena bancada de trabalho no lugar dela.

dois2

9. USE ESPELHOS COM SABEDORIA

 
Espelhos são muito bem vindos se posicionados opostos a uma fonte de luz, como uma janela, por exemplo. Ao fazer isso, você “duplica” a luminosidade, deixando o ambiente ainda mais amplo. Mas não se esqueça que o oposto também é verdadeiro. Se você colocar o espelho na parede oposta a uma estante de livros, ou de algum canto do quarto que pode acumular “bagunça”, pense que você terá a sensação de ter o dobro de confusão. Então, ao escolher espelhos para ampliar seu ambiente, tenha certeza que é para multiplicar os pontos fortes do seu quarto.

dois

Hoje é dia de ampliar seu ambiente. Se você mora em um lugar relativamente pequeno, não é motivo de desânimo. Eles ficam lindos e funcionais, se seguido às soluções que vou citar aqui.

compacto2

Viver em espaços vazios e sem muita cor não é sinônimo de aperto. A primeira dica que é básica – espelhos são os melhores amigos quando se trata de ampliar qualquer tipo de área pequena. Dê preferência para espelhos decorativos grandes e de ângulos retos. Sempre pegando se possível 2/3 da parede.

compacto4

Invista no branco, imbatível na hora de ampliar e iluminar. O ideal é deixar a maioria das paredes de todos os ambientes, brancas. Caso goste de bastante cor os tons pastéis dão maior sensação de profundidade, já que refletem mais a luz.

compacto

A madeira também é um ótimo aliado na hora do aconchego, ela quebra a frieza do branco, deixando assim o ambiente mais aquecido.

Possua móveis compatíveis com o tamanho do seu ambiente, isso é fundamental!!

compacto3

Sempre que possível integre os ambientes (sala de jantar com cozinha, é um exemplo). A lógica é simples, quanto menos paredes mais espaço. E afinal, é muito mais fácil conversar com quem está cozinhando se a sala fica logo ali, não é mesmo?

compacto5

Seja versátil – Tudo que dobra, diminui ou seja removível ajuda no assunto espaço pequeno. Optar por uma mesa de jantar que se torna menor de acordo com a sua necessidade, ou por um banco que possa ser colocado em baixo da mesa, são soluções muito inteligentes para você que quer ampliar o seu espaço. Mesas redondas também ajudam na hora de otimizar o espaço.

compacto6

Na cozinha, não adianta exagerar na decoração. O básico é o necessário. Se faltar armários e gavetas, a saída é pendurar os utensílios na parede, ou até o uso de paneleiros que dão um super charme. Para tudo tem um jeito.

compacto7

Na sala, um painel de TV é exemplo de móvel multiuso. Nada como aliar prateleiras, rack, armários e um suporte para aparelhos eletrônicos. Você acreditava que uma parede poderia ser tão útil? Detalhes de cores que afastam a mesmice do branco é uma pedida bacana!

compacto8

Nos banheiros, toalhas, tapetes e acessórios podem dar um toque de cor. Nada mais do que isso para que não atrapalhe a circulação.

compacto9

Nos quartos, o ideal é que os móveis sejam brancos com detalhes em outras cores que possam dar um ar mais leve ao ambiente. Deixe a cor para mantas, colchas, quadros, tapete e almofadas.

compacto10

Para todos os ambientes a iluminação é fundamental.

Se não houver luz natural, abuse de luminárias e abajures.

Uma coisa importante pra se levar em questão na hora que montar a sala de jantar é o espaço disponível. Por exemplo, as mesas redondas e ovais ocupam menos espaço. Digamos que onde em uma mesa quadrada sentariam 4, em uma redonda sentam 5 e, foi pensando neste assunto que resolvi fazer este post cheio de mesas redondas que eu adoraria ter em casa.

wb

wb1

wb2

wb3

wb4

wb5

wb6

wb7

wb8

wb9

Quem não quer uma varandinha por menor que seja? As varandas são janelas, olhos para o mundo.O local da casa mais próximo da natureza. Mas quem tem varanda pequena, qual a melhor solução?

ste1

É possível deixar esse espaço charmoso apesar da dimensão? Claro que é …
As varandas nos novos projetos, estão cada vez menores ou nem mais existem. As dimensões não permitem muitas vezes colocar quatro cadeiras e mesa. Mas como fazer então?

O mercado já dispõe de móveis em menor escala, largura e profundidade, materiais dobráveis, enfim, se você procurar bem, vai achar móveis com esses perfis. ( Repare na cadeira amarela abaixo )

ste3

Uma outra coisa a ser lembrada é que se não cabem quatro cadeiras, duas podem fazer a festa na sua varanda!

ste5

Os pequenos jardins ou hortas irão dar a sua varanda o gostinho de natureza que ela precisa. As vezes você está em um ambiente e percebe que o que falta é somente um pouco de verde. é a vez das plantinhas entrarem em ação!
Use as paredes pra isso, como nos jardins verticais, você ocupa o espaço aéreo e livra a circulação, deixando o espaço livre para os móveis, mas não tem problema se você não curte planta “taaaaaaanto” assim, vale pequenos vasinhos também.

ste4

ste6

ste7

ste8

ste9

ste

E ai já encontrou a inspiração que precisava?
Então mãos à obra!!

Com os apartamentos cada vez menores, encontrar um espaço para colocar os móveis sem prejudicar a circulação tornou-se um verdadeiro quebra-cabeça. E o problema tende a ficar ainda mais complicado quando chega a hora de decora-lo.

Assim separei algumas dicas que podem te ajudar nesta hora, vamos ver?

pequena1
1- Você pode ter uma sala bem pequena, mas com a ajuda de um espelho ela pode parecer maior, ele é um truque muito bom para dar sensação de profundidade no ambiente.

pequena6

2- Os espelhos dão a impressão de maior profundidade, mas ele não faz o milagre de aumentar a área de circulação. Por isso meça o tamanho da sala e dos móveis antes de decidir pela compra.

pequena4

Antes de pensar na beleza do móvel, você deve conferir se ele é proporcional: ambientes pequenos pedem móveis menores!

3- Abuse dos materiais transparentes como o acrílico e o vidro, pois eles não criam barreiras visuais deixando a luz passar e ajudando a aumentar a sensação de profundidade.

pequena8

pequena7

4- Para não ter erro na escolha da cor das paredes, escolha cores claras e neutras e deixe os tons quentes para os móveis ou acessórios que mereçam destaque.

pequena

pequena5

5- Certamente um móvel super importante e que vai ocupar um espaço de destaque é a mesa de centro, então não custa nada prestar atenção em alguns detalhes:

Optar por uma mesa redonda, ou menor é um ótimo negócio para facilitar a circulação.

pequena3

6- Você já mediu tudo, comparou a medida dos móveis e a sala vai ficar apertada? Que tal trocar as poltronas por bancos e banquetas? Sim, eles ocupam menos espaço e ainda podem dar um charme especial para a decoração, além de acomodar mais pessoas na hora de receber.

Em alguns casos, podem até aparecer como mesas de centro.

pequena10

pequena9

pequena2

Tendo estas dicas em mente na hora de comprar os móveis, com certeza vai facilitar a escolha.