Categoria: Estilo

Inspirado na moda hippie dos anos 70, o estilo Boho saltou das passarelas para o mundo da decoração. Com muitas estampas que variam do estilo étnico ao romântico e vintage, a ideia é misturar estilos, texturas,trabalhos manuais, objetos de viagens, móveis reaproveitados, e outros objetos bem coloridos.

boho1 (mais…)

Uma casa não precisa ser minimalista, clássica ou moderna. Ela pode ser uma fusão de tudo isso. Até porque, muitas vezes, nem todas as peças que gostamos e já temos são perfeitamente coordenadas. Combinar elementos muito diferentes, no entanto, pode parecer difícil para alguns – o medo é que vire uma bagunça. Mas com bom senso e olhar apurado tudo passa a fazer sentido.

mistura

mistura1
A grande sacada é misturar os estilos através dos móveis e épocas.

mistura3
Liberdade para assumir paixões, para juntar elementos que parecem não combinar ao primeiro olhar. Não temos regras ou obrigações na decoração. 

mistura4

mistura2

mistura7
Criativa, ousada e diferente, ela transmite diversas sensações em um único ambiente.
Além disso, para quem mora com outras pessoas, a mistura de estilos é uma forma de representar todos os moradores da casa na decoração.

mistura8

mistura5
E mesmo para quem mora sozinho, a mistura transmite todos os lados de sua personalidade e seus interesses diversos.
De qualquer forma, garante personalidade, toques únicos e com a sua cara.

mistura10

mistura12

mistura11

Assim como fazemos na moda, o décor da sua casa também pode revisitar diferentes épocas. Que tal reaproveitar algumas relíquias e entrar no clima vintage.

vdp1

vdp2

vdp9

Pessoas, assim como eu, amam o passado e querem vê-lo no presente, representado com um novo olhar, valorizando a história e a memória por trás dos objetos.

vdp

vdp3
Originais ou com inspiração vintage, restaurados ou não, móveis, objetos e até revestimentos antigos imprimem um toque de originalidade.

vdp4

vdp7
A mistura de estilos ainda é a melhor maneira de contar histórias e ambientar espaços.

Processed with VSCOcam with a6 preset

vdp6

vdp9

 

Em tudo há uma fissura. É por onde entra a luz.  Nem sempre as marcas do tempo precisam ser ignoradas ou apagadas.

Uma mesa de madeira maciça e com pouco acabamento, uma tábua de cortar alimentos que vai adquirindo talhos mais profundos com o uso, flores secas reaproveitadas em novos arranjos simples e despretensiosos – são objetos que conservam as marcas do tempo e, à sua maneira, contam uma história.

 

Valorizar a beleza nas coisas imperfeitas: o conceito de wabi-sabi remonta ao Japão do século XV e encontra sua base nos ideais do zen-budismo, que tem entre seus preceitos a aceitação da impermanência.

wabi

wabi1
Essa apreciação do despojamento é representada nos dias de hoje por meio de uma estética que valoriza o rústico, o imperfeito, o monocromático e o aspecto natural. O que está em questão é o processo, não o produto final.

wabi2

wabi3

Esse conceito está intimamente ligado ao slow living, que busca desacelerar e se concentrar no que geralmente é deixado de lado.

wabi4

wabi5

wabi6

wabi7

wabi8

wabi9

Curiosidade;

Quando os japoneses reparam objetos quebrados, eles enaltecem a área danificada preenchendo as fissuras com ouro. Eles acreditam que, quando algo sofre um dano e tem uma história, torna-se mais bonito. Essa arte tradicional de reparação da cerâmica quebrada com pó de ouro é conhecida como Kintsugi – o resultado é que as cerâmicas não são apenas reparadas, mas tornam-se ainda mais fortes do que eram originalmente.

 

Vintage nem sempre é sinônimo daquele décor antigo, digno de filmes, com o qual estamos acostumados. A mistura de outros estilos deixa o ambiente aconchegante sem ser repleto de estereótipos.

vintage2

vintage3

Mas se sua intuição te diz para levar o retrô ao pé da letra, existem inspirações com muitos motivos para se apaixonar! Pegue a sua máquina de escrever e anote-

vintage

vintage11

Diz senão podemos dizer que o vintage is the new black! Cores lavadas, formas arredondadas (ou muito quadradas!) e um certo jogo de texturas.  A decoração com clima do passado é uma das tendências do momento e, para além de móveis, objetos e acessórios analógicos ressurgem com novas funções – até banheiro vintage já encontramos por aí.

vintage9

Discos de vinil, telefones, câmeras, malas antigas, quadros e até máquina de escrever antigos para se inspirar, investir e, claro, incrementar os espaços com mais identidade.

vintage7

vintage8

vintage10

vintage5

vintage4