Categoria: Quadros

Cobrir as paredes com quadros, desenhos e pinturas, criando diversas composições, não é de hoje. Mas a tendência gallery Wall, cada vez mais, tem feito a cabeça – e paredes – das pessoas de todos os lugares, pois é uma forma de adicionar personalidade ao espaço sem ter que fazer altos investimentos.

fps

fps1

A sua pode ser assimétrica ou milimetricamente organizada. Ter quadros clássicos ou decorativos despojados. Pode exibir fotos e até chapéus.

fps3

Montar uma composição na parede de casa está mega em alta, sem falar que é uma atividade superdivertida. 
Antes de tudo: prepare um molde
Não vá sair furando tudo. Para evitar erros, prepare um molde com papel craft. Nele, você pode marcar o lugar onde cada quadro, painel ou decorativo vai ficar, criando inúmeras possibilidades de composição. 

fps2

Ouse nos tamanhos e tipologias. Não se prenda somente a quadros com o mesmo formato. Vale apostar em diferentes tamanhos. O visual ficará único!

fps7

fps9
A mistura é mais que bem-vinda. 

fps5

fps6

fps8

fps4

Seja qual for o ambiente, encher a parede de quadros com molduras de diversos tamanhos e tons é puro charme. Você pode usar essa poderosa ferramenta na sua casa e o resultado promete impressionar!

fp

fp2

fp1

fp3
10 ideias para decorar a parede que provam que as elas podem (e devem!) fazer parte da decoração. É uma saída rápida e prática para levantar o astral do ambiente e renovar o espaço sem muito esforço.

fp4

fp5

fp6

fp7

fp8

fp9

Um quadro aqui e outro ali . E por que não colocar vários em uma mesma parede ? A combinação de quadros pode deixar o ambiente muito mais charmoso e com a cara do dono.

Essa mistura de quadros é conhecida como gallery wall . É possível soltar a criatividade e montar a combinação como quiser.

tema1

tema

Os temas e desenhos podem ser os mais variados. Os quadros não precisam ter imagens só de flores ou serem todos com um desenho abstrato. É possível misturar fotografia e serigrafias e conseguir uma parede bem harmônica.
Entretanto, vale a pena prestar atenção às cores. Dizem que elas devem se relacionar. Nesse caso, não precisa seguir a mesma cor, mas usar tonalidades parecidas, como azul e verde, vermelho e laranja, ou até mesmo apostar no contraste mais comum: branco e preto.

tema2

tema4

tema5

Lembre-se também de observar o restante da decoração ao montar sua gallery wall. As cores precisam estar relacionadas ao resto do ambiente. Se a decoração da sala é formada com tons pasteis, a montagem pede tons mais vibrantes e imagens abstratas, por exemplo.

A combinação está liberada para todos os ambientes da casa, até cozinha ou banheiro. E em qualquer caso, o abstrato é bem-vindo.
Uma dica importante é tomar cuidado com o tamanho do ambiente. Os menores pedem uma quantidade menor de molduras. Vale pensar na proporção no espaço disponível.

tema7

Escolher a parede que vai receber a gallery wall também é algo bastante pessoal. Pode ser o cantinho preferido da sala, usando os quadros para fazer uma composição com um aparador, ou optar pela parede que tem mais destaque na decoração.

tema8

tema9

Os quadros são itens decorativos que independente do estilo são sempre bem-vindos na decoração, pois eles fazem toda diferença quando se está criando um projeto. Além de compor com outros objetos, eles são os que mais demonstram a personalidade dos moradores. São fáceis e práticos, podendo ser em pinturas, fotografias, imagens impressas e pôsteres.

qua

qua8

O maior desafio é definir o local aonde será inserido, tanto com o posicionamento se for uma composição de quadros como também na altura para que a visibilidade fique correta e de maneira harmônica. As molduras também fazem parte desse requisito na hora de organizar no ambiente.

qua7

qua6

Para quem pretende fazer uma composição de quadros na parede é preciso fazer bom uso desses elementos. É preciso se atentar a alguns itens como altura, proporção, tipos, molduras e tamanho de parede. Procure semelhança entre as imagens, seja por cor, pelo tamanho ou pelo estilo, pois assim há menos risco de errar.

qua5

qua4

Os quadros devem ficar a uma altura padrão de 1,60m – essa dimensão permite que as pessoas tenham uma boa visualização. E não se esqueça de verificar o tamanho de sua parede para definir o tamanho do quadro. Se a parede for grande, ouse e escolha quadros maiores também. Se for pequena tente não pecar para não deixa-la com muitas informações.

qua9

qua1

qua2

qua3

Para mais imagens e dicas, me sigam no INSTAGRAM, como kikajunq

Quando pensamos em decorar um ambiente para que ele ganhe mais personalidade, uma das primeiras ideias que vem à nossa cabeça é comprar quadros. Algumas pessoas preferem pinturas tradicionais, enquanto outros irão procurar a inspiração em fotos e gravuras. Mas, não importa o tipo de arte escolhida, é sempre um desafio decidir o local em que ela será colocada, isso sem falar na moldura, que também gera dúvidas.

quadros

quadros8
Existem vários tipos de quadros e obras interessantes, de todos os estilos, do mais clássico ao mais moderno. Por isso, é necessário ter cuidado na hora de compor a tela com o ambiente e a moldura.

quadros7

quadros6

quadros4
Modelos grandes valorizam o ambiente, mas devem ser usados em locais amplos
Preencher a parede com quadros de diversos estilos é irreverente e forma um painel artístico no espaço.
O ideal é procurar criar um equilíbrio entre as obras, pelas cores, tamanho e estilo. Já para as molduras, a escolha é um pouco mais livre. Não tenho muito critério para as molduras, mas respeito uma estética de compromisso com a obra, de forma que a moldura fique em segundo plano, assim, a obra se destaca.
Em geral, pode-se seguir a regra: obras de cores quentes com molduras de cores quentes, e a mesma coisa com as cores frias. A moldura também deve seguir o estilo do quadro. Os mais clássicos pedem molduras mais trabalhadas, enquanto os modernos pedem molduras mais retas e simples.

quadros2
Outra dica que acho infalível é que o vidro anti-reflexo deve ser utilizado em figuras e imagens impressas em papel, para não comprometer a figura e nem transformar o quadro em um espelho. Também ajuda a proteger a obra. Vale lembrar que os quadros com relevos feitos com sobreposição de recortes, flores, trigo ou tapeçaria nem sempre exigem molduras.

Escolhida a obra e a moldura, o próximo passo é pendurá-la. Mas onde? Uma dica é escolher o local de acordo com o quadro, que pode acompanhar o estilo da decoração. Por exemplo, se a sua sala de jantar é clássica, uma boa pedida é um quadro de natureza morta. Na sala, telas de paisagem caem bem. Se você é um apreciador de fotografia, pendurar obras de fotógrafos famosos também vale.

quadros1
Vá colocando os quadros seguindo o bom senso. A quantidade de quadros a serem colocados juntos vai depender do tamanho da parede. Por isso, não se deve exagerar na quantidade e no tamanho dos quadros em lugares pequenos, ou você pode pecar por excesso de informação.
Uma dica é, antes de pendurar os quadros na parede, faça a composição imaginada no chão. Assim, pode-se ter uma ideia de como vai ficar, sem correr o risco de furar a parede desnecessariamente. Se quiser, também pode criar uma iluminação especial para privilegiar o quadro, com spots ou feixes luminosos.

quadros0

quadros5

Cuidado com a limpeza

Para limpar a moldura, é preciso tirar o pó com um pano ou utilizar um pincel se a moldura for muito trabalhada. As telas a óleo pedem limpeza cuidadosa, duas vezes ou mais ao ano, caso fiquem expostas à poeira. Produtos químicos, aspirador de pó, ventilador e secador de cabelos podem acabar estragando a pintura, então, a dica é não usá-los.
Para evitar que os quadros marquem a parede, pode-se colar um pedaço de cortiça atrás da moldura. Também é importante tomar cuidado com a quantidade de sol e umidade, que podem danificar a peça.

quadros9