Categoria: Sem categoria

Revestimentos coloridos, complementos decorativos inusitados ou mesmo um móvel antigo são maneiras criativas de montar um bar em casa.
Se a ideia é receber bem, ter um espaço especial para as bebidas é sempre bem-vindo. Por isso, que tal criar um cantinho para bar em casa?

style

A festa pode ser na sala, na sala de jantar, na cozinha ou na área externa. Qualquer um destes ambientes consegue abrigar bem um espaço de bar dentro de casa. Não precisa ser grande. A prioridade é ser gostoso e estar, preferencialmente, na área que todos tem acesso.

style1

Na hora de acomodar as bebidas, invista em bandejas para organizar e delimitar a área. Elas são uma excelente opção para quem não tem muito espaço dentro de casa para ter um móvel específico para o uso. Uma simples bandeja sobre um aparador já faz o bar acontecer.

style3

Além de escolher o espaço físico e o suporte, é necessário pensar no que dá bossa ao cantinho. É legal selecionar bebidas com garrafas especiais. Outro detalhe que faz a diferença é misturar objetos, como vasos, caixinhas, copos, taças e até mesmo velas.

style7

Uma das maneiras de criar um bar versátil é investir nos carrinhos de chá. O carrinho é bem versátil e tendo rodízios, podem ser levados para outros lugares da recepção.

style2

style6

Um bom móvel para usar como bar é o aparador. Aparadores e cômodas também servem como lindos apoios em conjunto com bandejas e seus arranjos: taças, garrafas e flores sobre a bandeja ou até luminárias e objetos de decoração podem funcionar no conjunto.

style4

style9

style8

style10

A chegada do verão  pede por refresco e comodidade. Com as temperaturas mais altas, não há coisa melhor do que aproveitar a área externa da casa para receber a família e os amigos. Seja com festinhas a beira da piscina ou simplesmente olhar a cidade por uma sacada confortável, é possível dar aquele toque a mais na decoração e aumentar o conforto dos convidados.

fora1

fora11

1. Organização

É importante separar do lado de fora da casa a maioria dos itens que serão usados. Assim, a sujeira da festa não entrará para dentro da casa. Uma boa ideia é dispor um balcão ou armário para separar o que geralmente usamos nessa área.

fora3

 

2. Resistência

É fundamental lembrar que os móveis estarão sujeitos a exposição ao sol e à água, seja ela de piscina ou chuva . Por isso, evite tecidos permeáveis. Metais também não são recomendados por aumentarem a temperatura. A melhor opção é a corda náutica, o plástico e o vinil, além da boa e velha madeira.

fora6

fora5

 

3. Móveis confortáveis

Lembre-se que na maioria do tempo você utilizará o espaço para relaxamento. Assim, escolha poltronas confortáveis que te façam sentir em casa, com tecidos leves que não propaguem calor. 

fora8

 

​4. Móveis coloridos

Além de ser a cara do verão, as cores claras não absorvem calor e garantem um visual mais vivo e alegre.

fora10

fora2

 

​5. Área verde

É sempre bom colocar um pouquinho de verde na área externa. Seja com grama, árvores que podem ser perfeitas para a sombrinha pós-sol ou até mesmo vasos espalhados pelo local que enchem o ambiente de graça e cor. 

fora13

fora15

fora4

​6. Luz e brilho

Para a decoração ser boa é necessário ter uma boa iluminação. 

fora14

Não tem nada melhor do que começar o ano com energia e ambientes renovados.  Em 2020, cor será sinônimo de atitude. 

novo8

Sustentabilidade é a palavra da vez

A preocupação crescente com os impactos que a nossa civilização deixará para as futuras gerações também se reflete na indústria do design. Como resultado, vemos cada vez mais produtos desenvolvidos a partir de materiais reciclados.  Desde móveis, e acessórios concebidos a partir de materiais dispensados, a objetos feitos de bambu e outros materiais naturais, a ideia é não desperdiçar e utilizar o que temos ao nosso redor para criar ambientes leves e aconchegantes.

novo9

novo2

Dar novos usos aos objetos que já temos é sempre uma boa ideia.

novo3

Plantas marcarão presença em todos os ambientes da casa, até nos banheiros.

novo5

novo6

novo7

novo10

Ambientes arejados e iluminados são sempre atemporais.

novo

A sala é um ótimo lugar para relaxar, reunir a família e receber os amigos. A melhor decoração que existe é aquela que nos deixa à vontade.

Mas, como criar a sala ideal? Como esse ambiente é, em geral, o maior da casa, é importante pensar na multifuncionalidade do espaço.

vogue

Além de relaxar e receber, podemos trabalhar, comer, ver TV e brincar aqui. Assim, como se trata de um ambiente de transição para os quartos e está sempre à vista, é importante que ela seja confortável, bem iluminada e que esteja sempre organizada.

Abaixo, confira 4 dicas de decoração para as salas:

1. Comece pelo sofá

Provavelmente essa será a maior e mais cara peça da sua sala. Então, faz todo sentido começar a decoração desse espaço escolhendo o modelo do sofá. Compre o melhor sofá que couber no seu orçamento, pois ele o acompanhará por muito tempo.

vogue1

vogue2

2. Visitas na sala

Priorize o conforto e a versatilidade de objetos que funcionem bem para o dia e para a noite.

vogue4

3. Cores

Muitas pessoas dizem gostar de cor, mas têm medo que o ambiente fique cansativo. A questão é a proporção de cor que você põe no ambiente. Opte por uma base mais clara e neutra em que pisos, paredes e sofás são neutros, e crie coragem para usar sua cor preferida nos móveis menores, almofadas e tapetes.

vogue6

vogue7

 

4. Casa cheia

Além do sofá, poltronas, pufes, bancos, balanços e até as redes ajudam a acomodar todo mundo quando a casa está cheia.

vogue11

vogue8

Os jardins existem desde os tempos antigos e há muitos séculos são usados como forma de agregar valor e beleza. Hoje em dia, com o tamanho dos apartamentos, fica cada vez mais complicado inserir projetos de jardins nos ambientes sem comprometê-los ou perder muito espaço. Com isso, alguns estilos de jardim passaram a ser mais utilizados, como os de inverno e também o jardim suspenso.
O jardim suspenso vem sendo cada vez mais utilizado, e se você está busca um modelo de jardim que não ocupe espaço e traga charme e vida ao seu ambiente, esse post é para você!

sus
 

Vou falar um pouco do que é o jardim suspenso, dar dicas de como começar o seu próprio e compartilhar ideias, estilos, modelos e inspirações. Vamos conferir?

O que é o jardim suspenso?
Quando falamos de jardim suspenso, é bem provável que a primeira coisa que nos venha em mente são os Jardins Suspensos da Babilônia, que é uma das sete maravilhas do mundo antigo. Eles são considerados como “suspensos” por estarem acima do chão, e o mesmo princípio funciona para os jardins suspensos de hoje.

O jardim suspenso é aquele no qual as plantas não são colocadas no chão, e são suspendidas ou distribuídas verticalmente pela parede, também conhecido como jardim vertical. É uma excelente pedida para os amantes de plantas que moram em apartamentos pequenos e sem espaço. E acredite: é possível criar um jardim suspenso maravilhoso, diversificado e bastante criativo.

sus3

Dicas para criar um jardim suspenso

Busque espaços claros
Na hora de escolher aonde o seu jardim vai ficar, leve em conta a iluminação natural do espaço. Pode ser mais complicado encontrar plantas para o seu jardim se ele não tiver uma iluminação natural boa ou suficiente, e isso vai restringir suas opções.

sus1
 

Pesquise as plantas previamente
Antes de montarmos qualquer jardim ou de comprarmos qualquer planta, precisamos saber quais cuidados são necessários e específicos da planta que estamos comprando, quanto de luz ela precisa diariamente, tipo de adubo, quantidade de água e etc. São muitos detalhes que vão fazer a diferença entre ter um jardim lindo e vivo, e um jardim sem graça e apagado.
Portanto, tire todas as suas dúvidas antes mesmo de colocá-lo em prática: pesquise na internet ou pergunte em floriculturas para pessoas que conhecem de plantas.

sus2
Combine seu jardim com o projeto do seu espaço
É muito provável que você decida montar um jardim suspenso depois de já ter decorado o espaço no qual ele vai ficar. Se for o caso, lembre-se de que jardim, mesmo pequenos ou suspensos, podem variar em estilo. Portanto, tenha certeza que a disposição que você escolheu, assim como as plantas e os vasos, estejam de acordo com o estilo do seu espaço.

sus6

Jardins em quadros
Já pensou em quadros que ao invés de pinturas tivessem plantas? Alguém já!  O resultado é lindo, e além de trazer vida para o seu espaço, funciona também como uma decoração. Lembre-se de escolher uma moldura que combine com o seu estilo.

sus5

Os blocos cerâmicos são bem similares aos blocos pré-moldados, entretanto o custo é mais baixo e a resistência também. Em ambos os casos, é necessário escolher as plantas para o jardim vertical com cuidado. As plantas serão plantadas juntas por bloco, então é necessário escolher espécies que não sufoquem umas as outras.

sus8
Outra opção de instalação é o jardim WallGreen, que consiste num sistema modular de nichos com encaixe para os vasos. Como as plantas são plantadas em vasos separados, não há tanta preocupação com a disposição delas. Dá para usar espada de São Jorge e outras plantas da moda.

sus12

sus9
Uma opção bastante acessível para jardins verticais menores são os vasos de paredes sob uma base de madeira ou em treliças metálicas. Com esse tipo de modelo, você pode regar as plantas de forma manual, pois são menores e pode regular a quantidade da rega. Utilizando modelos sustentáveis, você pode fazer jardins verticais com pallets e vasos de parede em sua varanda.

sus10
 
O jardim vertical feito de vasos é uma forma criativa de aproveitar o espaço. 

sus11

Algumas são bem simples de colocar em prática e dá para a gente mesmo fazer, não é mesmo? E para quem mora em apartamento pequeno, é uma ótima pedida, pois as plantas trazem uma sensação de vida e frescor que faz com que a nossa percepção do espaço mude.

sus7