Categoria: Tapetes

Os tapetes são peças fundamentais para proteger o piso e delimitar espaços – principalmente, quando usados nas proporções adequadas. Sejam eles estampados – listrados, geométricos, florais – ou lisos, são essenciais para arrematar a decoração e, principalmente, são capazes de mudar o astral de qualquer ambiente.

tapete

tapete1

Independente do estilo da casa, há sempre uma fórmula para criar uma sintonia perfeita entre conforto e estilo. Para isso combinar os elementos como o tapete e as almofadas é uma indicação interessante.

tapete0

tapete3

A primeira coisa é buscar por uma ambientação com equilíbrio e harmonia.

tapete5

Se o tapete tem grafismos coloridos ou neutros, prefira almofadas lisas. Pintar uma cor forte na parede atrás do sofá pode ser uma boa dica, mas ele deve ter tom neutro ou ainda seguir alguma cor encontrada nos grafismos do tapete, isto trará unidade. Grafismo pode, na teoria, ser misturado a listras.

tapete10

 

Prefira menos cores nos objetos principais, para poder complementar com tapetes e almofadas inusitados e coloridos.

tapete14

tapete7

tapete15

Divida as cores em fortes, médias e frias e dose-as. Um sofá neutro, por exemplo, vai bem com almofadas coloridas e com uma parede intensa, o tapete pode compor com estas cores e dependendo das estampas pode até mesmo ser listrado ou com padrões mais coloridos, almofadas e tapetes podem ser trocados com maior facilidade. Cuide com muitos objetos coloridos para usar no mesmo ambiente. Quem faz isso precisa trocar as peças de tempos em tempos para que o espaço não fique cansativo.

tapete8

O mais importante é que a pessoa se sinta bem com a combinação. Sempre indico que os elementos conversem entre si, mas sem uma combinação exagerada ou engessada, sair do óbvio e tradicional confere personalidade e identidade ao ambiente.

tapete13

Trocar as capas das almofadas é um dos truques de decoração mais baratos e de impacto. Mudam a cara do ambiente no mesmo instante.
Capas de almofadas são econômicas, fáceis de lavar e ocupam pouquíssimo espaço no armário.
Anda namorando alguma cor, mas ainda não teve coragem de se jogar nela? Uma almofada na sua tonalidade querida funciona como um “test drive”, afinal você começa a conviver com a cor em pequenas doses e, assim, consegue decidir com mais segurança se parte para voos mais altos ou não.

tapete11

tapete9

O tamanho padrão das almofadas é de 45 x 45cm, mas você deve incluir pelo menos uma almofada de formato ou tamanho diferente para quebrar a monotonia e conferir movimento ao seu conjunto.
Tudo igualzinho e certinho é chato!
Conselho final: pretende desenvolver suas habilidades no décor? Treine com as almofadas, diversão garantida com baixo ri$co. Quando você se der conta, terá virado mestre na combinação inusitada de estampas.

tapete16

 

Como escolher tapete para minha sala?

Essa dúvida do tapete tira o sono de muita gente porque são muitas variáveis pra considerar então, vamos por partes:

Tamanho

O ideal é que o tapete seja mais largo que o sofá para ficar sobrando um pouco de cada lado.

tapete2

tapete

Seu seu sofá tem 200cm de largura o ideal é que o tapete tenha 250cm, no mínimo.

tapete3

Outro ponto que você precisa considerar é que o mercado trabalha com medidas padrão e fazer um tapete sob medida para o seu espaço fica muito caro. As medidas mais comuns são 150x200cm, 200x250cm, 200x300cm e 250x350cm.

Cor

Se o seu sofá for neutro, mas suas almofadas coloridas, você pode escolher entre 2 estratégias de cor:

  • Se você quer uma atmosfera mais sóbria, use cores neutras 

tapete7

  • Se você quer uma atmosfera mais vibrante e alegre, use cores que que sejam as mesmas do restante da decoração para não chocar.

tapete4

Qualquer que seja a sua decisão, procure escolher uma tonalidade para o tapete que seja mais escura do que o sofá para que ele possa se destacar.

tapete5

Estampa

Se a sua estratégia de cores for uma paleta neutra ou monocromática, então você pode brincar à vontade com as estampas, que funcionarão como mais uma camada de textura evitando que a sala fique sem graça.

tapete10

Se você quer que a sua sala fique com uma pegada boêmia e étnica, use estampas coloridas ou listras.

tapete6

Uma última coisa, tapete é um item caro que você não vai trocar por muito tempo, por isso se você optar por um modelo colorido ou estampado, considere se ele poderá ser usado em outro ambiente da sua casa caso você se canse dele na sala.

tapete9

A arte de tecer tapetes acompanha o homem há milênios. Dos mais variados materiais – são feitos por artesãos habilidosos, com desenhos intrincados, e cujo segredo passa de geração a geração.

tapi

Poucos itens transmitem sensação de acolhimento tão completa como eles.

tapi2

tapi1
É preciso levar alguns fatores em consideração na hora de escolher o seu tapete: o tamanho, a cor, o formato e o local onde ele será colocado são alguns deles. Além da função estética de delimitar espaços e trazer aconchego, o tapete também faz as vezes de isolante acústico; qualquer sala de tv merece um.

tapi9

O material de que ele é feito também merece atenção. Os confeccionados com fios sintéticos – no passado, muitas vezes desprestigiados – exigem menos manutenção e são mais fáceis de limpar. Na dúvida, não se apavore: as melhores lojas do ramo permitem que o cliente leve o tapete para um test-drive em casa.

tapi3

tapi4

É possível misturar padrões, estampas e materiais sem medo de errar. Tapetes estampados de cores claras ampliam o ambiente, mas exigem mais manutenção. Já os tapetes com cores escuras não aparentam tanta sujeira e trazem mais aconchego.

tapi5

A dica é sair do comum e investir em uma peça estampada, o que vai mudar o visual do espaço instantaneamente. Para escolher o desenho sem erro, inspire-se na paleta de cores presente nos móveis e acessórios existentes. 

tapi6

tapi7

tapi8

Com a chegada do outono vem aquela vontade de deixar a casa mais quentinha. Um jeito fácil e rápido de fazer isso é apostar em um tapete novo. A dica é sair do comum e investir em uma peça estampada, o que vai mudar o visual do espaço instantaneamente.

TAPIE1

TAPIE2

Para escolher o desenho sem erro, inspire-se na paleta de cores presente nos móveis e acessórios existentes, como almofadas e quadros, por exemplo.

TAPIE6

TAPIE5

Engana-se quem pensa que o tapete é um simples acessório. Ele é o responsável por dar conforto, personalidade e, acredite, aumentar ou diminuir os ambientes, já que é um delimitador de espaço.

Do mesmo jeito que não usamos quadros iguais nas paredes, não é legal usar tapetes iguais, ou sequer parecidos, lado a lado. Ouse com estampas, materiais e estilos diferentes. Aposte em um tapete estampado ou de cor forte, combinado com outros tons neutros. Vale até mesmo a sobreposição.

TAPIE4

Peças grandes, que permitem posicionar todos os móveis do living em cima, trazem sensação de amplitude. Já os menores, restritos ao centro da sala, sem chegar ao sofá, dão efeito inverso. Existe também a opção de deixar alguns móveis para fora, como a mesa lateral. Mas sempre respeite a regra de que o tapete deve ultrapassar os pés do sofá pelo menos 10 cm. Só tome cuidado para não exagerar no tamanho e transformar o tapete em carpete, o que desvalorizaria a peça.

TAPIE3

Sala de jantar
Duas funções primordiais justificam a presença de tapetes neste ambiente: criar uma moldura para a mesa de jantar e facilitar a movimentação das cadeiras. Para isso, escolha uma peça cujo tamanho ultrapasse o tampo da mesa de 70 cm a 1 m, para acomodar as cadeiras sem que nenhum dos pés fique fora do tapete mesmo quando forem usadas. Se a sala de jantar for integrada ao living, não se preocupe em combinar os tapetes.

diny3

Quarto
Este é o espaço do aconchego, então escolha um modelo com textura agradável ao tato. tapetes que calcem a cama e ultrapasse a largura em 70 cm cada lado são os ideais. Não se preocupe em envolver a mesa de cabeceira. Há quem diga que as passadeiras estão “fora de moda”, mas eu não acredito, já que acho lindo um corredor com uma bela passadeira do que com o piso a mostra.

Banheiro
Este local pede tapetes laváveis. O formato dependerá das dimensões do banheiro, mas escolha uma peça única que preencha as áreas centrais de circulação. Se for usar “tapetinho” , deixe ele somente na frente da porta do box.

TAPIE

Cozinha
Indicado para evitar escorregões em áreas molhadas e para dar personalidade aos revestimentos lisos. Muita gente não gosta por achar que pode cair comida, mas eu vejo como o da sala de jantar, assim opte por materiais totalmente laváveis por questão de higiene.

TAPIE8

Achei essa imagem abaixo bem esclarecedora, espero que ajude ainda mais.

TAPIE0

Para mais dicas , sugestões e outras inspirações, me siga no Instagram como @kikajunq
Comente, compartilhe, pergunte ! Juntos iremos muito mais longe.

Tapetes trazem conforto térmico e aconchego. Esta é uma afirmativa recorrente de decoradores e arquitetos. Mas é preciso ter em mente que um tapete mal colocado pode gerar a sensação de mau gosto e desleixo no ambiente. Parece simples escolher um tapete? Parece, mas não é.

Tapetes delimitam ambientes e facilitam na hora de posicionar os móveis. É sempre importante pensar no tipo de tapete de acordo com a necessidade e uso que ele terá. Deve-se levar em conta em qual ambiente da casa a peça será colocada e como é rotina da família. Isso pode determinar, por exemplo, se o tapete tem que ser mais resistente, macio ou mais fácil de limpar.

tapi

Os tapetes, em geral, são divididos em duas linhas, a feita à mão, com itens exclusivos e que precisam de cuidados especiais na hora da limpeza, e as feitas à máquinas, que também possuem excelente qualidade e são indicados para o dia a dia. Para não ter erro na hora de decorar e escolher o que melhor cai bem, vão ai cinco dicas importantes.

1) TAMANHO
O tapete pode ser utilizado como limitador do ambiente, facilitando visualmente onde começa e termina a sala, ou mesmo a circulação proposta em um espaço. Contudo, a atenção deve ser dobrada no momento de estabelecer a medida ideal do tapete. No caso das salas de estar ou TV, o correto é que o tapete esteja cerca de 20 cm – ou mais – abaixo de cada um dos móveis que compõem o ambiente. Em espaços de circulação como corredores onde não existem móveis, o tapete deve compor o ambiente preservando pelo menos 20 cm para se ver o piso existente em todos os lados.

tapi6

Para a sala de jantar ou espaços onde existem mesas e cadeiras, o ideal é que quando você arrastar a cadeira para sentar, ainda deixe-a localizada no tapete, ou seja, no mínimo 60 cm além do tamanho da mesa.

tapi3

2) FORMATO
Em tempos de liberdade na decoração não há regras quanto ao formato do tapete. Mesmo assim, ambientes clássicos ainda dão preferência aos modelos quadrados, valendo a regra nº1, quanto ao tamanho da peça. Querendo ousar um pouco, optar um tapete redondo ou um modelo um pouco menor deslocado da composição dos móveis pode personalizar a sua decoração.

tapi1

3) ESPESSURA
É muito desconfortável caminhar e tropeçar no tapete devido à sua espessura. Mais ainda é usar um modelo com trama grossa em um ambiente que requer conforto, como uma sala de TV. A dica é usar os modelos de gramatura mais baixa em lugares de constante circulação e onde o contato com o tapete não será constante. Já, para os lugares onde estaremos mais tempo sentados, não mexeremos em cadeiras e circularemos pouco, os mais altos são uma delícia. E para o caso de usar os modelos com mais volumes de pelos, cuidado com pessoas que possuem problemas alérgicos.

tapi4

tapi7

4) DESENHOS
O padrão do tapete também deve ser pensado em conjunto com as texturas, estampas ou cores existentes na decoração. Em alguns projetos, o caso de amor com a estampa do tapete é tão forte que o projeto se desenvolve a partir dele, mas no geral, a escolha desta estampa é um dos últimos itens a serem definidos. Sendo assim, leve em conta as cores e os temas escolhidos para a decoração na hora de optar por um modelo Kilim, Aubusson ou Rústico.

tapi8

Os com desenho mais marcantes são verdadeiras obras de arte, e como acabam determinando a personalidade do ambiente, devem ser apresentados no décor, tomando o cuidado de usar mesas de centro mais leves. Já os mais rústicos ou com desenhos mais simples não comprometem em nada a decoração, podendo ser utilizado com mais tranquilidade

5) REGRA BÁSICA PARA FAZER O TAPETE COMBINAR
E se mesmo com todos esses cuidados o tapete parecer destoar com o restante da decoração? A dica infalível nestes casos é combinar o tapete com almofadas. Aliás, mesmo se o conjunto estiver harmonioso, você consegue realçar ainda mais escolhendo almofadas com padrões ou cores semelhantes ao padrão escolhido para o tapete. Cuidar com carinho desses complementos é a garantia de um ambiente digno de revista.
É possível realçar e valorizar ainda mais o tapete escolhendo almofadas com padrões ou cores semelhantes ao padrão escolhido para ele.

tapi9

tapi5

tapi2