Categoria: varandas

Todo morador de apartamento sonha com uma varanda. Mas quando a vida te dá uma varanda pequena você fica desapontada. Acha que não vai caber nada, que é impossível ser feliz com tão pouco espaço.

Não pense assim mais,  você é a felizarda proprietária de um espaço ao ar-livre.

balco

Eu te mostro como ser feliz em uma varanda pequena.

Como decorar sua varanda pequena

Antes de começar a decorar sua varanda pequena você precisa tomar uma decisão: Como você quer usar a varanda?

Se você quer usar sua varanda para relax

  • Você precisa de assentos confortáveis.
  • Abuse dos futons, almofadas e até uma rede, se gostar.

balco7

  • Os melhores móveis são bancos de 2 lugares com braços ou bancos sem braço que podem ser arranjados em L cobertos com futons e almofadas, sofás feitos com pallets e futons.
  • Use banquinhos para apoiar bebidas.

Se você quer usar sua varanda para pequenas refeições

  • Aposte no estilo bistrô francês, que combina uma mesinha pequena com 2 cadeiras.
  • Se quiser economizar espaço use uma mesa dobrável em meia-lua.

balco1

balco4

balco3

Dicas de ouro para deixar sua varanda aconchegante:

1. Decore sua varanda como se estivesse decorando uma sala.

balco10

Use tapetes (sintéticos), cortinas, estantes, quadros e luminárias para deixar a varanda com cara de sala.

2. Plantas, plantas, plantas

Use as paredes para criar um jardim vertical ou espalhe vasos pelo chão e sobre mesinhas.

balco5

balco9

Aproveite para criar aquela hortinha que você sempre desejou.

balco11

Apartamentos pequenos possuem certas dinâmicas na planta original que não necessariamente valorizam todos os ambientes. A varanda, por exemplo, é muito comum em construções recentes, mas o tamanho reduzido, por vezes, complica a decoração.

TERRACA2

TERRACA3

Se você mora em casa e o problema não é o pé direito, mas sim o tamanho da varanda, não se preocupe. Aproveite a vantagem de já ter uma área externa e invista no seu cantinho.

TERRACA

TERRACA5

As plantas trazem a natureza para perto dos pequenos momentos do dia a dia e de quebra, refresca o ambiente.

TERRACA4

TERRACA7

Incomum não é, a questão é a forma como os moradores lidam com o pouco espaço, mas quando os espaços são bem aproveitados fica claro que tamanho não é documento.

TERRACA9

TERRACA10

TERRACA11

TERRACA8

TERRACA1

 

A varanda de 6 m², com vista privilegiada da cidade, ganhou paisagismo Alejandro Aguilar e até um blog! Por ali, a proprietária só enxergou uma função, cultivar flores e frutos para aproveitar melhor a natureza no seu dia a dia.

prova que tamanho não é documento.

Varandas e terraços pequenos são um desafio para quem já briga com a falta de espaço dentro de casa. O que fazer com um ambiente tão pequeno, de forma que ele possa ser aproveitado e faça parte do dia a dia de quem mora ali?

porche

Soluções simples e bem-planejadas transformam varandas e terraços em extensões da casa, com um luxo extra: a proximidade da natureza.

porche2

A tarefa de mobiliar a área externa da casa inclui pensar sobre o tipo de material, durabilidade, acabamento, modelo de peça e estilo de decoração mais apropriado para enfrentar as intempéries sem sofrer grandes desgastes. Tantos aspectos geram dúvidas no momento da compra e dão margem a escolhas erradas, que podem representar maior despesa a longo prazo.

porche4

Por isso, é preciso dar a maior atenção na hora de optar por um ou outro modelo, indo muito além da beleza, se seu espaço fica a céu aberto.

porche6

Nem todo mobiliário de área externa fica coberto. Por isso, prefira usar tecidos impermeabilizados, fáceis de lavar e resistentes ao calor intenso e à umidade. Melhor ainda se optar por modelos sintéticos de acrílico (que não desbotam), vinil ou couro náutico. E fique longe de tecidos delicados como sedas e veludos. Outra dica que ajuda a manter o tecido em bom estado por mais tempo é apostar em capas de sarja, brim ou lona quando os móveis não estiverem em uso.

porche3

Resistência e durabilidade são quesitos fundamentais para as peças que ficarão expostas nas áreas externas da casa. Dispense as estruturas de ferro, exceto aquelas que tenham tratamento específico contra ferrugem, e recorra a peças com estrutura de acrílico ou alumínio – que exigem pouca manutenção e contam hoje até com pintura eletrostática em pó (mais resistente a riscos). Fibras naturais também devem ser dispensadas, pois tendem a apodrecer. Prefira as fibras sintéticas com aparência semelhante, que oferecem mais resistência.

porche8

Outro item que confere mais acolhimento ao espaço de receber amigos é a mesa. Os modelos mais indicados são os de estrutura metálica com tampo de vidro, fibras sintéticas ou madeira. Além disso, móveis com rodas são opções práticas para o ambiente por serem fáceis de guardar e transportar.

porche7

Recorrer a toras, raízes de árvores, peças antigas de borracha, poliuretano (ou ferro se houver um tratamento próprio contra intempéries) é sempre uma alternativa para economizar e dar mais personalidade aos ambientes. Evite apenas móveis fracos ou de estilo clássico, porque é fundamental ter aconchego e descontração!

porche5

porche9

É preciso escolher entre churrasqueira ou piscina, mas ainda assim, o ambiente pode (e deve) ficar aconchegante e funcional.
A área externa da casa/apartamento é sempre um convite para curtir bons momentos com a família e com os amigos – ou até mesmo sozinho. O importante é trazer aconchego para essa área ser bem aproveitada.

cim1

cim

Minha primeira recomendação é ficar atento à escolha do piso, para que a área não fique escorregadia. Existem modelos antiderrapantes, pedras lindíssimas ou cimentícios. A verificação da caída no piso também deve ser levada em consideração por conta das chuvas e empoçamento de água.

cim3

Também vale pensar no que agrada mais para ter na área: forno de pizza, churrasqueira, spa, ou pergolado. As escolhas dependem do espaço que se tem e vão definir a infra-estrutura de hidráulica e elétrica necessárias.

cim4

CIM5

CIM6
Para quem deseja um local para refeições, por exemplo, é preciso pensar em um tampo com cuba (pode ser pequeno) para preparo dos alimentos, uma churrasqueira – existem modelos no mercado que funcionam com forno já acoplado na mesma peça, assim ganhamos espaço –, mesa com bancos ou cadeiras e um ombrelone para os dias muito quentes (boa saída em áreas descobertas).

CIM9

CIM11

Já quem sempre sonhou com piscinas, uma alternativa para espaços menores são os spas. Mas se ainda assim não couber, uma boa ducha resolve.

CIM8
Os móveis precisam ser resistentes e próprios para área externa, para não sofrerem com chuva e sol. Trazer elementos naturais como plantas e flores complementa o espaço deixando-o com aspecto de “campo na cidade”.

CIM10

CIM7

CIM15

E, por fim, é importante tentar deixar essa área o mais independente do interior da casa. Por isso, abasteça armários com louças, copos e itens que irá utilizar.

CIM14

Adaptar a área da varanda/ sacada ao restante da residência permite não somente um melhor aproveitamento do espaço, mas também é uma excelente opção para criar um lugar gostoso que não fica isolado dos demais ambientes da casa. Os apartamentos brasileiros são mestres em trabalhar este conceito na arquitetura e no décor.

terrace

terrace2

Para quem acha que pequenos espaços estão perdidos, vejam que tamanho não é documento. Inspire-se: quem sabe a sua não será a próxima.

terrace7

terrace1

terrace4

terrace3

terrace5

terrace6

terrace8

terrace9