Le Petit Chouchou


Decoração industrial: o que é e dicas para começar a investir no estilo

O estilo industrial chegou para ficar. Ele é um dos queridinhos dos profissionais de arquitetura e design de interiores, e também dos seus clientes, pois é um estilo que permite muita versatilidade.
Entre suas principais características, que o fazem ser facilmente reconhecido, estão os elementos crus e com aspecto mais rústico, como a madeira de demolição, os tijolos aparentes, pisos e paredes de cimento queimado, estruturas metálicas e tubulações aparentes, tudo remetendo a ambientes industriais mais antigos.

industria
É possível utilizar alguns elementos e mesclar com outros estilos, de acordo com os gostos e necessidades de cada pessoa. 

industria8

As paredes de tijolinhos aparentes e tubulações expostas que fazem charme em qualquer ambiente atualmente, na verdade, surgiram após a crise de 1920 nos Estados Unidos. Muitos galpões que estavam abandonados em zonas valorizadas das cidades e foram transformados em lofts para moradia.

industria6
Com origem nos grandes galpões, algumas das principais “regras” desse estilo de arquitetura e decoração são espaços extensos e bem integrados. Geralmente são amplos e funcionais, não possuem divisórias entre os diferentes usos, ou seja, isso significa que a sala pode ser conectada com a cozinha, por exemplo.

industria5
Além disso, graças à toda essa amplitude, outra característica marcante é a abundância de iluminação natural, que normalmente entra pelas grandes janelas, principalmente quando a decoração industrial é na sala. A caixilharia de ferro é bem marcada e tem destaque importante nessa linguagem.

industria1
Quando se trata dos elementos mais marcantes do estilo, é impossível não pensar nas paredes de tijolinhos, que podem ser as originais descascadas, papéis de parede e até azulejos que imitam o formato. E elas ficam bem em qualquer ambiente, seja na cozinha, na sala ou até mesmo no quarto com estilo industrial. Mas, independente de como for, o objetivo é o mesmo: remeter a essência da construção. Nesse caso, as características próprias de cada material é o primordial. Por isso a parede de tijolos e o piso de cimento.

industria4

industria2
E por falar em cimento queimado e concreto aparente, eles sim são elementos coringa – seja no chão, paredes ou teto, cumprem o que prometem e trazem ar de “construção inacabada” com toque de elegância. Se você quiser mesmo levar o estilo a sério e investir na tubulação aparente, a dica é ficar de olho na organização da infraestrutura hidráulica e elétrica, que deve estar em ordem e feita com muita precisão.

industria3

Agora, se a sua intenção é deixar o charme do industrial, mas sem o aspecto de obra, Mona aconselha: O equilíbrio é tudo. O contraponto dos materiais brutos dos acabamentos está na combinação com os móveis e elementos decorativos que sejam aconchegantes. Para quem está começando a investir nesse tipo de estilo, a dica é apostar nas luminárias de tubulações aparentes e lâmpadas de filamento. Elas são fáceis de introduzir na decoração de qualquer espaço.

industria7

industria9

 

Sala sofisticada com 10 ideias baratas

 
Vamos combinar, todo mundo quer uma sala sofisticada, mas conseguir os looks das revistas e mostras de decoração sempre parece missão impossível, algo muito além dos nossos orçamentos limitados. Por isso eu reuni 10 ideias para injetar um up na decoração da sua sala sem gastar uma fortuna.

Sala sofisticada com 10 ideias baratas

1. Arte

Não importa se você vai usar um DIY, faça você mesma, ou fotos de polaroid ou um quadro comprado em feira de antiguidades, nunca subestime o impacto de uma obra de arte para levantar o status da sua sala.

barata

barata1

2. Luminária de destaque

Escolha pelo menos uma peça de destaque para a sua sala. Pendentes são luminárias cheias de atitude e não costumam custar muito caro. Fazendo uma busca com as palavras “comprar pendente” no Google você encontra várias opções bacanas em torno de R$100,00.

barata3

barata2

3. Preto & Branco

Uma decoração P&B é chique, atemporal e à prova de iniciantes. Mantenha a base da decoração neutra (branca e cinza) e use peças de destaque pretas como fotografias, luminárias e pequenos móveis.

barata4

barata5

4. Texturas

As texturas são as sensações despertadas pelos materiais. Uma decoração sem texturas é chapada e desinteressante.
Misture materiais como fibras naturais, madeira, vidro, metal e tecidos para criar uma sala elegante e aconchegante.

barata6
barata7

5. Styling

 Styling é a habilidade de tornar as coisas atraentes ao olhar. Em decoração, isso significa adicionar cores, texturas e iluminação em um ambiente antes sem graça. Arrumar livros e objetos em mesas de centro criando arranjos interessantes. Crie um arranjo de objetos que reflita a sua personalidade sobre uma mesinha, um aparador ou uma prateleira e ganhe uma Décor digna de Instagram.

barata8
barata9

6. Flores

Comprar um buquê de flores do campo na feira ou colher folhagens pela vizinhança e depois espalhar tudo pela sala em vidrinhos interessantes vai deixar sua sala extra-chique em um piscar de olhos.

barata10

barata11

7. Tapetes e cortinas

Dizem que os tapetes e cortinas “vestem” a sala e é verdade.
Um tapete simples de sisal ou algodão custam menos que R$ 200 e deixam sua sala sofisticada e aconchegante.

barata12
 
Para completar o look elegante fixe as cortinas o mais próximo possível do teto e permita que o tecido “sobre” alguns centímetros, se arrastando delicadamente sobre o piso. Não existe nada mais feioso que cortina pula-brejo.

barata13

8. Espelhos

Espelhos refletem a luz e criam a ilusão de que o espaço é maior. Pendurar um espelho grande ou criar um arranjo com espelhos perto da janela vai inundar a sua sala de luz natural durante o dia e refletir a luz difusa das luminárias à noite criando um ambiente acolhedor.

barata14

9. Vintage

Aquele móvel que você garimpou no mercado de pulgas pode ser a peça que faltava para “amarrar” a decoração da sua sala. Nada como uma peça cheia de história e marcas do tempo para trazer os ares de antigamente para a sua décor.

barata15

10. DIY

Nada como uma decoração feita com a cara da gente. Compre tiras de couro por R$20,00 e ganhe um acessório de decoração com cara de R$2.000.

barata16

Jeitos criativos de usar pratos de parede

Decorar a parede com objetos que contam um pouquinho da história do morador faz toda a diferença. Ter à vista peças de estimação, que lembram um momento feliz, alguma tradição de família ou uma pessoa querida, significa trazer identidade aos espaços e transformar espaços. Um exemplo clássico e que sempre dá certo são os pratos de parede. Com eles é possível dar vários ‘tons’ à decoração.

plat

plat1

E nessa brincadeira vale de tudo: reunir diversas peças com estilos variados, comprar pratos diferentes toda vez que fizer uma viagem, sair procurando por relíquias da família ou mesmo procuras na internet os modelos que mais combinam com você. 

Veja a seguir casos bem-sucedidos de pratos que foram parar na parede. Na sequência, dou dicas para pendurá-los com facilidade e segurança.

plat2

Não é preciso reservar uma parede inteira para os pratos, pois qualquer parede dando sopa já é o bastante para eles.  

plat6

Paredes escuras têm a grande vantagem de destacar os elementos posicionados sobre elas.

Sua parede também merece um prato! Aqui vão dicas espertas:

  • Já escolheu as peças a serem exibidas? Primeiro faça a composição no chão para testar diversas possibilidades e ter certeza da sua escolha antes de furar a parede. Também é possível fazer moldes com papel e dispô-los com fita adesiva, avaliando as opções de arranjos.

plat8

  • Quanto mais pratos você tiver, de cores e formatos diversos, mais aleatória deve ser a arrumação. Caso vá colocar apenas dois, três ou quatro, é uma boa pedida apostar em uma disposição mais certinha.

plat3

plat9

  • É importante que o prato fique bem firme na parede. Para isso, use um suporte chamado de gancho aranha, que segura a peça por cima e por baixo. 

plat11

plat10

Décor do dia: o poder pertence às listras

Sejam multicoloridas ou preto e brancas, com desenho tradicional ou artisticamente desconstruídas, as listras são capazes de criar um ponto de atenção em qualquer lugar. 

listra

Fiz uma seleção de itens que abraçam a estampa das mais variadas formas para você se inspirar e levar, de uma vez por todas, diversão para a sua casa.

listra1

As listras são estampas clássicas que nunca saem de moda.

listra4

Versáteis, elas são recursos que podem ser utilizados nas paredes, móveis, tecidos e em muitos detalhes do décor. Mas em meio a tantas cores e formas, a combinação errada pode causar um efeito indesejado, deixando o ambiente sobrecarregado.

listra2

listra6

A vedete do ambiente, sem dúvida, a parede listrada. De cara, essa escolha imprime alta dose de charme e personalidade, de maneira que o resto da decoração tem a liberdade de assumir tons próximos ou que se combinem.

listra5

Elas costumam causar um grande impacto, principalmente quando usadas na parede. Neste caso, certifique-se de que as listras não irão dominar totalmente o espaço. Uma solução para isso é quebrá-las com um pouco de arte ou fotografias.

listra3

Manter o padrão das listras é fundamental na hora de utilizá-las na decoração. Por isso, nunca se esqueça de medir os desenhos e planejar atentamente o layout. Lembre-se também de verificar se as dimensões do padrão escolhido estão de acordo com o tamanho do cômodo e dos móveis.

listra8

Assim como qualquer estampa, é muito importante que o equilíbrio do ambiente seja mantido. Às vezes, a melhor forma de utilizar uma parede listrada pode ser justamente para compensar este equilíbrio, diferenciando camadas e texturas.

listra7

listra9

listra10

listra11

5 regras de decoração para quebrar

Eu sei que você tem uma coleção de ideias bacanas de decoração que gostaria de tentar na sua casa mas tem medo de tentar algo novo, sair do óbvio e ficar brega. Por isso você ainda se prende a “regras de decoração”.

Adivinha a boa notícia? Regras de decoração, assim como todas as regras, foram feitas para se quebrar.

 

5 regras de decoração para quebrar

1. Regra do conjuntinho – No layout da sala, use um conjunto de sofás de 3 e 2 lugares se sua sala for grande e um conjunto com 1 sofá de 2 lugares + 1 par de poltronas se sua sala for pequena.

Conjuntinho já era. O que vai ditar que tipo de assento você deve ter é a maneira como você usa a sua sala. 

regra

Se você usa a sua sala para ver TV, um sofá profundo e confortável é indicado.

Mas se você não vê TV e adora receber os amigos, o melhor é usar um sofá magrinho e muitos assentos soltos que possam mudar de lugar facilmente, como cadeiras com e sem braços, bancos e pufes.

regra1

 

2. Regra do ponto focal – Cada ambiente deve ter apenas 1 ponto focal.

Porque? Porque a janela que dá vista para a copa da árvore é menos importante que a sua coleção de livros que você adquiriu ao longo dos anos? E aquela foto incrível que você ganhou do seu amigo fotógrafo?

regra4

Todos os seus tesouros particulares merecem atenção e é expondo as coisas que tem significado para você que a sua personalidade e seu estilo vão transparecer na decoração, sua casa vai ganhar textura e ficar mais interessante e aconchegante.

regra5

3. Regra da cor escura – Cor escura nas paredes escurece o ambiente

O que escurece ambiente é falta de luz. Se você tem uma sala ou quarto com boa entrada de luz natural, não é pintando a parede de cor uma cor fechada que ela vai ficar escura.

regra6

Uma cor escura em um ambiente bem iluminado ajuda o olhar a encontrar limites e serve como pano de fundo para destacar elementos da decoração como um móvel especial ou uma coleção de arte.

regra7

4. Regra dos tipos de madeira – Não se deve misturar móveis de madeiras diferentes.

Tudo combinandinho é chato. Se você usar o mesmo acabamento em todos os móveis, sua casa vai ficar parecendo catálogo de loja. 

regra9

 

A textura, os veios e o acabamento da madeira são mais importantes do que a cor. O contraste de texturas é o que vai trazer variedade e interesse à sua decoração. 

regra8

5. Regra das cores neutras – Deixando tudo neutro não tem como errar

Ô se tem. Tudo neutro, paredes, móveis e acessórios é chato, frio e sem graça.

Um ambiente neutro para funcionar precisa de texturas, muitas texturas.

regra10

Varie os acabamentos dos móveis (estofado, madeira, metal, fibra) e inclua tecidos de “toques” variados como lã, pele e linho. Acessórios como livros, plantas e luminárias funcionam como uma camada adicional contribuindo ainda mais para criar variedade dentro da sua paleta neutra.

regra12

O segredo é experimentar, não se levar tão a sério e se divertir!!