Le Petit Chouchou


Pode sim! Saiba como misturar cadeiras diferentes na sala de jantar

Os ambientes que mostramos nessa seleção provam que um pouco de ousadia pode render composições personalíssimas. O que essas salas de jantar têm em comum é a mistura de diversos modelos e cores de cadeiras. A ideia é deixar a criatividade rolar e harmonizar os detalhes escolhidos com o restante da decoração. 

mix7
E que tal fugir do óbvio e comprar todas aquelas cadeiras pelas quais se apaixonou? Te mostro que fica bom e dou as dicas básicas.
Foi-se o tempo em quer era preciso ter todas as cadeiras iguaizinhas. Hoje o jantar está mais livre e podemos criar muito mais nesse ambiente. A mistura de diferentes cadeiras dá bossa ao projeto e mostra a personalidade da decoração.
E não há regras quando se quer levar originalidade ao décor, mas algumas dicas podem ajudar a conquistar uma harmonia.
Começando devagar: mix só de cores
Está com medo de radicalizar? O jeito mais fácil para quem ainda está receosa com essa ideia é mesclando as cores. Você escolhe o modelo da cadeira e compra uma de cada cor.

mix2
A mistura pode trazer um charme especial. Só lembre-se de respeitar a proposta do projeto.

mix0

mix1
Mesma cor, design diferente
Vamos arriscar um pouco mais? Aposte em uma cor só, mas misture os modelos. Aí, você pode escolher todas do mesmo material, mas com design variado, ou relaxar e mesclar modelos e materiais.

mix3

mix4
É interessante respeitar uma média de altura, mas isso não significa que você deva sair com a fita métrica para comprar as cadeiras. Basta ter uma noção de que é preciso equilibrar visualmente a composição.
Tudo, tudo diferente
Mais confiante? Se você quer ousar e dar muita personalidade ao jantar, misture mesmo! Escolha uma cadeira de cada tipo. Vale mesclar cores, modelos e materiais. Veja estas composições bem sucedidas.

mix6

mix8

mix9

Se optar por menos ousadia, ainda podemos mudar só a cadeira da cabeceira da mesa.

mix10

Dicas para tornar a sua casa em um lugar cheio de personalidade

A casa nada mais é do que uma base para a construção de memórias do dia a dia e tem que evoluir junto com isso, com as lembranças de seus moradores, suas vivências criadas também nesse espaço. O lar precisa respirar, fluir, permitir novos arranjos, poder mudar, ter flexibilidade. Dessa forma, sempre me pareceu sem sentido a ideia de ambientes completamente planejados, pensados, super aproveitados ou extremamente sob medida. A casa precisa também de paredes em branco, espaço para estacionar uma bicicleta, receber itens que estão de passagem. Permitir arrastar alguns móveis para uma repentina festa, para as crianças brincarem ou para experimentar algo novo que peça uma configuração diferente de espaço.

LAR1
Sendo assim, quem nunca pensou em dar aquela repaginada na sala, mas foi deixando para depois e até hoje não concluiu?
Isso pode afetar no nosso sentimento de abrigo e conforto, dificultando o reconhecimento de nossas próprias casas. Para aflorar esse afeto, listei algumas atitudes que você pode tomar.
Adicione um acessório que fale com você
Pode ser um quadro, escultura ou um enfeite de mesa. Quando inserimos detalhes que são a nossa cara, os ambientes tendem a se tornar mais acolhedores para nós mesmos. Aproveitar as paredes vazias para decorar também é uma forma de dar alma ao local. O mesmo vale para papéis de parede, fotos, objetos que sejam herdados da família e peças artesanais feitas por você mesmo ou por alguém especial.

LAR
Cara de adulto
Sabe aqueles detalhes na casa dos seus pais que gritam maturidade? Um sofá de uma determinada época, tapetes, algo vintage ou até mesmo um conjunto de louças bonitas. Invista aos poucos nos itens mais caros e compre com propósito. Não adianta ter móveis e acessórios lindos, se eles não forem confortáveis e práticos.

LAR3

LAR4
Menos é mais
Fuja dos pertences acumulados. Mantenha cada coisa em seu lugar e faça uma limpeza geral para se livrar do que não usa mais. É certo que um pouquinho de bagunça, como um sapato fora do lugar ou as chaves em cima da mesa, podem dar vida ao espaço, mas um ambiente clean oferece mais conforto e alivia o estresse. Sem contar que organização é questão de ter hábitos, que chegam junto com a maturidade.

LAR2

LAR5
Casa de festa
Você não precisa dar festas de arromba, mas convidar amigos vai fazer com que ali seja um lugar especial para todos, onde você pode criar novas memórias felizes. Com o tempo, todos eles vão se sentir confortáveis na sua casa, especialmente, você!

LAR6

LAR7
Adicione plantas
Você pode até ter preguiça ou se esquecer de cuidar de um jardim, mas adicionar plantas à decoração promove o bem-estar. Responsáveis por limpar o ar, os vegetais também conferem muito estilo a qualquer ambiente.

LAR8

LAR9

BLACK FRIDAY – Cor preta: saiba como aderir na decoração

Não é de hoje que vemos o preto preencher objetos, móveis e até as paredes das casas e apartamentos mais descolados do mundo. Acontece que a cor, por mais clássica e atemporal que seja, ganhou uma releitura em 2018, na qual as texturas e acabamentos são os responsáveis pelo up que a tonalidade teve.

PRETO

PRETO1
Por ser uma cor versátil, ela permite combinações das mais variadas. Contudo, é preciso sempre estar atento a curadoria do décor, construir o ambiente a partir do preto ou do que for preto e aí complementar com brancos, cinzas, azul claro e etc.

PRETO6

PRETO2

PRETO5

Uma dica é investir em uma peça central, como o sofá ou poltronas em preto. Ele por si só já será o grande destaque do ambiente, deixando margem para pequenas interferências estéticas ao redor, evitando, assim, o excesso.

PRETO4
O preto, do contrário do que muitos pensam, é uma cor que ilumina, que permite abrir visualmente o ambiente.

PRETO8

PRETO3

Por isso, itens metalizados também são bem vindos à este espaço, pois remetem à sofisticação, modernidade, versatilidade, luxo e mistério. Nada mais atual do que referências galáticas, sensoriais e bem editadas. Uma decoração consciente, com uma curadoria exemplar.

PRETO7

PRETO9

PRETO10

Hall de entrada- A primeira impressão

Impressionar logo na entrada. Esse é uma das maiores conquistas alcançadas por um hall bem projetado. Além de cumprir a função de dar as boas vindas a quem chega, o primeiro ambiente de casa também é responsável por introduzir o nosso estilo. Pensando nisso, selecionei uma lista com decorações de estilos diferentes, repletas de boas referências. Escolha a sua favorita e inspire-se!

entra

O primeiro espaço que encontramos ao entrar numa residência deve transmitir a personalidade dos moradores e preparar os visitantes para a transição do ambiente da rua para dentro.

entra2

entra3
Aparador, banco ou cômoda  são móveis com proporções ideais para esses espaços.

entra9

entra4

Pode ser uma caixinha sobre o aparador, um bowl, pratinho, mas o essencial é ter um porta-chaves em um lugar reservado somente para essa finalidade.

entra1
O hall de entrada funciona como um filtro, onde tudo o que você tem em mãos ao entrar em casa fica. Casacos, chaves, a correspondência, o guarda-chuva e outros itens ficam reunidos ali de forma acessível para quando você precisar sair novamente.

entra5
A parede também pode e deve ser explorada para a decoração.

 

entra8

entra10

Perceba que a falta de espaço não limita a criatividade: só uma parede colorida já faz uma baita diferença pelo cantinho.

entra7

Misture cores, reaproveite materiais, coloque muitas plantas e sinta-se livre para criar espaços cheios de vida

O estilo de decoração boho, que tem um visual meio cigano, também é conhecido como bohemian e encanta nossos olhos graças às misturas que ele propõe. Entre referências étnicas, orientais, hippies e até punk, o boho permite criar ambientes cheios de texturas e cores e, ainda, com peças vintage.
O segredo está em saber mesclar bem os estilos sem deixar o ambiente pesado, como nesta seleção a seguir. Se você se animou com a ideia de criar espaços mais coloridos e aconchegantes em casa, as ideias que separei vão dar um estímulo extra. Confira!

bolo
Se a ideia é criar um espaço aconchegante em casa, o estilho boho pode ser uma boa opção. Almofadas artesanais e objetos de formas delicadas compõem o décor. A paleta composta por tons quentes completam o ambiente e convidam ao relax.
Mantas de várias estampas e texturas, tapetes, luminária vintage, pufe, almofadas e plantas formam a receita desta sala boho e chic.

bolo2

Este ambiente prova que o estilo boho também permite inúmeras combinações. Tapeçarias estampadas no sofá, tecido na parede, almofadas diversas conferem um clima étnico nesta sala. 
Cores trazem alegria e as texturas garantem aconchego. A luz ambar também se encaregam de reforçar o clima de bem-estar.

bolo7

bolo5
Objetos com história formam a decoração desse quarto. Aqui, cama, espelhos, bandô e acessórios comprados em viagens e mercados de pulga da Europa e Ásia se juntam a móveis vintage. O resultado é um ambiente charmoso e muito aconchegante.

bolo8
Tons vibrantes que contrastam com a parede branca, mesinhas azuis e pompons completam o mood boho e chic.
Clima despretensioso!

bolo4

bolo1
bolo6