Decoração industrial: o que é e dicas para começar a investir no estilo

O estilo industrial chegou para ficar. Ele é um dos queridinhos dos profissionais de arquitetura e design de interiores, e também dos seus clientes, pois é um estilo que permite muita versatilidade.
Entre suas principais características, que o fazem ser facilmente reconhecido, estão os elementos crus e com aspecto mais rústico, como a madeira de demolição, os tijolos aparentes, pisos e paredes de cimento queimado, estruturas metálicas e tubulações aparentes, tudo remetendo a ambientes industriais mais antigos.

industria
É possível utilizar alguns elementos e mesclar com outros estilos, de acordo com os gostos e necessidades de cada pessoa. 

industria8

As paredes de tijolinhos aparentes e tubulações expostas que fazem charme em qualquer ambiente atualmente, na verdade, surgiram após a crise de 1920 nos Estados Unidos. Muitos galpões que estavam abandonados em zonas valorizadas das cidades e foram transformados em lofts para moradia.

industria6
Com origem nos grandes galpões, algumas das principais “regras” desse estilo de arquitetura e decoração são espaços extensos e bem integrados. Geralmente são amplos e funcionais, não possuem divisórias entre os diferentes usos, ou seja, isso significa que a sala pode ser conectada com a cozinha, por exemplo.

industria5
Além disso, graças à toda essa amplitude, outra característica marcante é a abundância de iluminação natural, que normalmente entra pelas grandes janelas, principalmente quando a decoração industrial é na sala. A caixilharia de ferro é bem marcada e tem destaque importante nessa linguagem.

industria1
Quando se trata dos elementos mais marcantes do estilo, é impossível não pensar nas paredes de tijolinhos, que podem ser as originais descascadas, papéis de parede e até azulejos que imitam o formato. E elas ficam bem em qualquer ambiente, seja na cozinha, na sala ou até mesmo no quarto com estilo industrial. Mas, independente de como for, o objetivo é o mesmo: remeter a essência da construção. Nesse caso, as características próprias de cada material é o primordial. Por isso a parede de tijolos e o piso de cimento.

industria4

industria2
E por falar em cimento queimado e concreto aparente, eles sim são elementos coringa – seja no chão, paredes ou teto, cumprem o que prometem e trazem ar de “construção inacabada” com toque de elegância. Se você quiser mesmo levar o estilo a sério e investir na tubulação aparente, a dica é ficar de olho na organização da infraestrutura hidráulica e elétrica, que deve estar em ordem e feita com muita precisão.

industria3

Agora, se a sua intenção é deixar o charme do industrial, mas sem o aspecto de obra, Mona aconselha: O equilíbrio é tudo. O contraponto dos materiais brutos dos acabamentos está na combinação com os móveis e elementos decorativos que sejam aconchegantes. Para quem está começando a investir nesse tipo de estilo, a dica é apostar nas luminárias de tubulações aparentes e lâmpadas de filamento. Elas são fáceis de introduzir na decoração de qualquer espaço.

industria7

industria9

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.